domingo, 22 de agosto de 2010

Poesia marginal - V - Delírio puro




Quanto mais louco
lúcido estou.

no fundo do poço que me banho
tem uma claridade que me namora
toda vez que eu vou ao fundo.

me confundo quando bóio
me confronto quando nado
me convenço quando afundo.

no fim do fundo
eu te amo.

Chacal

Wanderley Elian

38 comentários:

  1. Que o amor não seja delírio, mas o fundo do poço...
    Um bom domingo! Bjs*

    ResponderExcluir
  2. As vezes só percebemos o que nos serca, quendo estamos na pior. Aí a percepção se acende.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. na profundidad do ser.... encontramos o verdadeiro amor...

    Felicidades amigo
    Abracos

    otimo fin de semana

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo, a loucura é a maior forma de lucidez....Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Wanderley,

    Um verso muito interessante...para mim ele descreve fases da vida...que mesmo estando em momentos bons ou ruins, o amor de que tenta fugir o acompanha...
    Maravilha!!!Chacal...gostei!

    Um grande beijo e Bom Domingo!!

    Reggina Moon

    *Tem selinho no Verso & Prosa....

    ResponderExcluir
  6. Esse é o delírio que amo Wanderley
    "No fim de tudo rs Chacal arrasou!
    forte " me convenço quando afundo"
    bom domingo também te amo

    ResponderExcluir
  7. Wanderley, lindíssimo. Acredito que em algum momento de nossas vidas, vamos lá para o fundo do poço, e uma mola nos impulsiona para cima, daí nossa lucidez e nesse justo momento nos confrontamos e emergimos mais fortalecidos.
    Um beijo e bom domingo

    ResponderExcluir
  8. E com as contradições do poço fundo e do banho fez um poema bonito.
    A nossa loucura faz-nos ver apenas a nossa verdade e apenas querer amar do nosso jeito.

    ResponderExcluir
  9. Muito bom esse poema, não conhecia o autor. Muitas a louca lucidez da consciência do fundo do poço nos faz olhar para cima w fixar os pontos cardeais do nosso céu. E são esses que passam a orientar -nos na escalada, só esses se mantêm fixos na nossa mente. Invariavelme esses pontos são o amor, beijão

    ResponderExcluir
  10. Amigo Wanderly, precioso poema, sabio poema, ilustrativo poema. Solo cuando salimos del pozo valoramos lo que valemos, muchas veces somos más de lo nos valoramos, por eso dejemos que los demás nos valoren, luego tomemos la mejor parte.
    Un abrazo amigo.
    Jecego.

    ResponderExcluir
  11. Os versos demonstram um amor puro, desnecessário, cuja entrega não espera nenhuma retribuição em troca.

    De fato, uma LOUCURA que nos habilita a pisar nas nuvens, ainda que estejamos "o fundo do poço"!

    Um beijo de bom domingo!

    ResponderExcluir
  12. Bom dia!

    A verdadeira entrega... o amor, os desejos, a loucura e lucidez... só no fundo vivemos e somos quem somos.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  13. Ai...Wander!

    Eis aí um instante de delírio entorpecedor...
    E, no fim do fundo,
    do fundo de mim...
    eu me acho, e me amo, e amo intensamente insanamente,encontro minha mais louca sanidade.

    desvairado Chacal estava ao escrever palavras insanas e sanas como estas...."viajei" risos!
    (sentiu aí Wanderley como delirei) rsrsrs

    IT em delírio.

    ResponderExcluir
  14. No fundo no fundo é isso,,,a gente ama...abraços de bom domingo e uma bela semana pra ti amigo.

    ResponderExcluir
  15. Que viva o MOR emcima ou no fundo dáguas. Bom domingo. Amelia

    ResponderExcluir
  16. Um poço que talvez seja simplesmente a alma do poeta...
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  17. A poesia e sua melancolia romântica.

    ResponderExcluir
  18. O AMOR É UMA LOUCURA! AMO VIR AQUI.
    BJS EM TEU CORAÇÃO MEU DILETO AMIGO.

    ResponderExcluir
  19. É preciso mergulhar de cabeça para ver a beleza das coisas do amar...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Preciso mergulhar fundo inumeras vezes para recuperar minha lucidez, que só vem com minha loucura. Perfeito.
    bju

    ResponderExcluir
  21. O amor sempre tem um pouco de loucura.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  22. Que lindo demais Wanderley!E viva o Amor!!!!

    beijos com carinho!!!

    Biazinha

    ResponderExcluir
  23. Olá Wanderley

    Loucura/Lucidez - antagónicos, opostos ou paralelos, complementares?

    É possível alcançar a lucidez sem se ter alguma dose de loucura?

    O importante é Amar e afundar-se no Amor é uma gostosa loucura!...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. que lindo! e me faz lembrar mais uma vez, quanto sentido já encontrei na loucura, é assustador! Bjaooo!

    ResponderExcluir
  25. Adoro Chacal! Gosto muito de encontrá-lo aqui no blog...
    Maravilhoso.
    Boa semana, viu?
    Jr.

    ResponderExcluir
  26. Adoro Chacal! Gosto muito de encontrálo por aqui também...
    Maravilha...
    Boa semana, ok?
    Jr.

    ResponderExcluir
  27. Oi Wanderley, queria ter escrito essa linda poesia...amei, amei por demais.
    Mas como não escrevi, me contento em viajar junto ao poeta.

    Beijos cheios de carinho no teu ♥ meu querido amigo.

    ResponderExcluir
  28. Oi, esse texto disse tudo já vivi assim em uma época.
    Bjs e bom inicio de semana

    ResponderExcluir
  29. Oi Wanderley, olha...um cara que cria um poema desses só pode ser um gênio,não é? Só Chacal mesmo, que talento!!!
    Quantas e quantas pessoas não sentiram esse delírio!!!??
    Linda a ilustração, Wanderley.Tudo a ver... Amei! Depois você me diz de quem é, tá?
    Beijosss

    ResponderExcluir
  30. 時間は、地上も地下も同じように過ぎゆく。
    それは、全てに平等です。

    ResponderExcluir
  31. lindoooo demaisss!!!! parabéns pela escolha!!!bjus!!!

    ResponderExcluir
  32. Lindo , lindo, lindo.
    Precisamos ser loucos para segurar a nossa lucidez.

    ResponderExcluir
  33. Sintese perfeita.
    "Quanto mais louco
    lúcido estou."
    Flores e Cores pra ti.

    ResponderExcluir
  34. Tem coisas que só se lê aqui... e que bom!


    beijos e boa semana.

    =D

    ResponderExcluir
  35. muito bom o texto...!!
    valeu a visita

    ResponderExcluir
  36. Sem comentários, Wander!

    Lindo, lindoooooooo, lindooooooo isso!

    Um abração, meu querido!

    ResponderExcluir
  37. E no fim do fundo
    Eu te amo...

    Muitooooooooooo lindo...

    Abração...

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...