segunda-feira, 23 de agosto de 2010

As moças


As moças eram tristes como os pais
E tinham suas histórias muito iguais
No quarto o pai bebendo de enfastio
Na sala a mãe rolando com o vadio
E as moças com pavor a sem encolherem sob
o cobertor
Com febre e frio.

E um dia então cruzaram-se num bar
E estranhamente olharam-se no olhar
E como quem aceita um desafio
As moças num sinistro rodopio
A sós deram-se as mãos
E se tocando foram mergulhando num vazio.

Viveram desde aí, mais sós
Ficaram desde aí, brutais
E dentro deste amor feroz
Só buscavam paz.

Um pacto fatal se fez
Em meio a festas saturnais
E a beira de um canal sombrio
Olharam longamente o rio
E foram-se pra nunca mais.

Paulinho Soares-Paulo César Pinheiro

Wanderley Elian




58 comentários:

  1. Lindo, é o tipo de leitura que alivia a alma.

    Adoro ler seus posts.

    Abraço
    Walter.

    ResponderExcluir
  2. Tristes como todos nós....abraços amgio e uma bela semana pra ti....

    ResponderExcluir
  3. Nossa que trágico...fim.

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  4. Olá Wanderley.

    Bela poesia. Todos merecem buscar a paz, principalmente no amor.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Wanderley!
    Antes de bater as minhas asas,
    vim agradecer a tua visita no meu céu!
    Te espero com um poema sedutor: volte logo!
    Meu carinho,
    ANJO SEDUTOR

    ResponderExcluir
  6. Profundos e reflexivos versos.Tantos problemas levaram a outras buscas. abraços,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  7. Passando pra desejar um dia excitante.
    Chegar é sempre uma expectativa,
    ir sempre uma opção.
    Flores e Cores pra ti.

    ResponderExcluir
  8. cenario muito comum , do dia a dia de muitos .....
    Beijos amigo
    e uma otima semana
    Andresa

    ResponderExcluir
  9. Bonito e contundente!

    abraços, Wanderley

    ResponderExcluir
  10. Um poema lindo, com a assinatura também, de Paulo Cesar Pinheiro, compisitor de vária jóias da MPB.
    Escolha de extremo bom gosto, Wanderley.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Cada um tem seu destino,uma história. A sintonia provoca encontros com as respostas de saída. O amor é sempre a melhor.Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  12. Puxa, Wanderley, essa poesia lembra um pouco as poesias dramáticas do Drummond e do Manuel Bandeira.
    Muito interessante essa narrativa poética. Arrepia! Muito bem construída.

    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  13. Aquele rio era extremamente convidativo, podiam parar um pouco de pensar, tal era facilidade da reta final, a defesa contra a dor...

    Foram coerentes consigo mesmas.

    Um beijo e um belo dia!!

    ResponderExcluir
  14. oi querido que texto envolvente,prende ate o fim. bjs1 boa semana!

    ResponderExcluir
  15. Bem forte, um drama cuidadosamente elaborado. Inspiração plena. Gostei do "Delírio puro" também. Um abraço

    ResponderExcluir
  16. Mais que beleza...
    Mais que maravilha...
    Um drama mesmo...

    Abração...

    ResponderExcluir
  17. Meu querido amigo
    Em silêncio senti esse poema...triste mas lindo.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  18. Que bonitinho! Espero que essa afinidade já seja suficiente para não voltarem mais a serem sozinhas a sós... bjo!

    ResponderExcluir
  19. HAhahahaha... pior que eu li sim rsrs, mas como sou meio lerdo para poemas demorei um tantinho p entender ahuahsuhau, tenho q pensar mais antes de comentar! rs... mesmo assim mto fofo! hahahhaa...

    ResponderExcluir
  20. Sem tempo e correndo, mas sempre da pra vir aqui dar uma espiadinha.
    Gostei do texto, otima semana pra vc,beijocas

    ResponderExcluir
  21. Muito bom, mas um final triste. Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Wan, tudo bem?
    Menino, triste esse heim? rs
    Ai menino, brigado, desejo tudo aquilo e um pouco mais pra gente, rsrs
    Bjo

    ResponderExcluir
  23. E que elas tenham permanecido eternamente apaixonadas.
    Lindo, querido

    ResponderExcluir
  24. Quantas pesoas e nós também, mesmo acompanhados temos momentos que nos sentimos sós.
    Passando pra retribuir e desejar uma excelente semana. (quanto à dor na perna, dobrei a dose rsrs, por enquanto ta melhor)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Achei triste o poema...
    Tenha uma ótima semana amigo...beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  26. Wander, tá ficando uma covardia entrar aqui rs!

    Assim, "me muero"!!

    Beijooooooo, meu querido!

    ResponderExcluir
  27. É lindo o poema, mas triste. Nas entrelinhas eu penso que a vida das moças já era bem triste, mas eu amo poemas, os seus são sempre surpreendentes; parabéns.


    beijos.

    ResponderExcluir
  28. Teus poemas são tão lindos que temo estragar a leitura de quem passa por aqui com meus comentários sem graça.
    Mas deixo-os assim mesmo, para retribuir o carinho que vc me faz com suas visitas ao meu blog.
    Abraços

    ResponderExcluir
  29. Que lindo e triste, Wanderley... As moças viraram sereias, será?! Essa música é na voz de quem? Do próprio César Pinheiro? Bj*

    ResponderExcluir
  30. Olá Wander!
    Arrepiou minha alma.
    Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  31. Nossa que triste Wanderley...
    :(
    Muitas vezes a gente se sente tão abandonado e toma rumos errados, é a carência.
    Isso dói.

    Beijos meu querido, linda semana pra você.

    ResponderExcluir
  32. Lindo, Wanderley, elas devem estar felizes em algum lugar...Pactos são charmosos, né? Não pactos de morte. De amor eterno, de fidelidade...
    Amei seu post!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  33. Normalmente a vida tem o seu fim. Imagine que fim leva um vida toda desordenada? — é a vida e seu triste fim!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  34. Querido amigo...

    Muitas vezes considero seus escritos algo elevado, além da mera compreensão alheia... Porém, belo e tocante como sempre...

    É maravilhoso ler e entender seu belo trabalho...

    Grande abraço Amigo...
    Carlos Falcão

    ResponderExcluir
  35. Bem triste esta história...
    Além disso considero "um desperdício".
    Abç
    G.J.

    ResponderExcluir
  36. Nossa que bonito o texto, mais uma pena o final!
    Um abraço Wanderley!
    Ju, boa semana!

    ResponderExcluir
  37. Nouusaaa!!
    Pesada né?!
    Abraçooooo!

    ResponderExcluir
  38. Bonito o texto, apesar do final, muito triste!
    Abração Wanderley!
    ate mais

    ResponderExcluir
  39. Adorável e maravilhoso poema.
    Bjs
    Mila LOpes

    ResponderExcluir
  40. Querido....tem presente lá no blog pra vc, espero que aceite o carinho.
    Bjs meus !

    ResponderExcluir
  41. Passando pra deixar meu beijo de carinho!!!

    ResponderExcluir
  42. Oi Amigo...Que lindo mas triste...Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  43. Olá meu caro amigo Wanderley Elian, essa dupla é genial, quantas pérolas eles produziram... e para muita reflexão, adorei a imagem.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  44. Triste...Porem uma bela história, onde desistir foi a escolha.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  45. todo mundo reclamando do final.
    se fosse diferente talvez não tivesse tanta repercussão!! hehe
    abração!!!

    http://legaljunior.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  46. Lindos versos,mas o final poderia ser um pouco menos trágico, tudo bem que não precisava ser um " e elas viveram felizes para sempre",mas também não precisava ser tão cruel...
    Uma ótima semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  47. Lembra Drumond! É sempre bom passar por aqui! Bjks

    ResponderExcluir
  48. Olá, tudo bem?
    Perdoe-me pela ausência nos últimos dias.
    Às vezes, acontecem coisas que nos impedem
    de fazer o que mais gostamos. Nesse caso, visitar você.
    Mas estou aqui para ler as novidades
    e matar as saudades daqui.
    Deixo muitas beijocas!!!
    Sônia Silvino's Blogs
    Vários temas & um só coração!

    ResponderExcluir
  49. Se de onde se espera não vem, parte-se na busca em outros horizontes, mesmo não sabendo o final.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  50. Wanderley,

    Esse é o final de muitas moças, infelizmente, sem sequer uma palavra de amor, carinho e atenção!

    Bela e realista a sua postagem!

    Um beijo!

    Reggina Moon

    *Tem 02 selinhos lindos no Verso & Prosa, venha retirar quando puder...

    ResponderExcluir
  51. Wanderley,


    Profundo,poético,trágico, como a vida!


    Um belo poste!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  52. Muito bom Wanderley
    Lindo, apesar de triste.

    grande abraço

    ResponderExcluir
  53. Nossa, forte profundo e trágico! mas, é sempre bom o mister Pinheiro! bjs!

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...