segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O Circo, o Menino a Vida


A moça do arame
equilibrando a sombrinha
era de uma beleza instantânea e fulgurante!
A moça do arame ia deslizando e despindo-se.
Lentamente.
Só para judiar.
e eu com os olhos cada vez mais arregalados
até parecerem dois pires:
Meu tio dizia
"Bobo!
Não sabes
que elas sempre trazem uma roupa de malha por baixo?"
(Naqueles voluptuosos tempos não havia maiôs nem biquinis...)
Sim! Mas toda a deliciante angústia dos meus olhos virgens
segredava-me
sempre:
"Quem sabe?...
Eu tinha oito anos e sabia esperar.
Agora não sei esperar mais nada.
Desta nem da outra vida,
No entanto o menino
(que não sei como insiste em não morrer em mim)
ainda e sempre
apesar de tudo
apesar de todas as desesperanças,
o menino
às vezes
segreda-me baixinho
"Titio, quem sabe?..."
Ah, meu Deus, essas crianças!

Mário Quintana

Wanderley Elian

60 comentários:

  1. por isso que é bom homem que a gente já vê o volume na malha e começa a ficar molhado só nisso. Tesão!

    ResponderExcluir
  2. Oi querido novo !!!
    Ah pureza dos olhos e das fantasias das crianças agora se encaixa em cada vez menos idade rs...quando eu tinha 10 anos eu era uma bobinha .até com 14 rs.
    Hoje xiiiiiiiiiiiii !!! Escuto cada uma que ai ai ai !!!
    Mas acho que todos ainda tem um pouco daquela vontade de poder enxergar o mundo com esses olhos de fantasia ...resgatar seu lado criança e ver um mundo mais bonito !!!

    Ah e detalhe hoje está mais fácil tentar imaginar a mulher com roupa né rs !! Pq a situação está demais de "dada" !!!!
    Beijos !!!

    ResponderExcluir
  3. Vejo muitas metáforas para a vida nesse poema: equilibrar-se, despir-se, desejo, esperanças e desesperanças...

    abraços, Wanderley

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Wanderley.

    Primavera que me fascina as fotos tirei ontem, não sou boa nisso "fotografar" mas com estas orquideas nem precisa, ainda outras chegaram e postarei. Lindo é vir aqui e receber visitas do bem.

    Ótima semana.

    renata

    ResponderExcluir
  5. Bom que a imaginação não morre...Quando criança imaginávamos como será?!?
    Crescemos e imaginamos, como seria?!?
    Agora... Como era??? Ainda que, com tanta "era".
    Meu amigo, exclui uma postagem, e você sumiu com ela do meu quadro de seguidores. Me perdoe e... Como prova do seu perdão, volte por favor!?! É tão cara a tua atenção!!! Abraços.

    ResponderExcluir
  6. "Bobo!
    Não sabes
    que elas sempre trazem uma roupa de malha por baixo?"


    Que tio chato!!! KKKKKKKKKKKKKKKK Cortou o barato do guri!

    ResponderExcluir
  7. Quintana e as suas sabedorias poéticas, esse é um que sabe,

    abraço

    ResponderExcluir
  8. E até hoje é uma visão magnífica. A abertura é um convite ao arame.
    Como é bom vivernessa na corda bamba dos desejos. Com ou sem sombrinha.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Opa, já ia me esquecendo.
    Que a comemoração tenha sito espetacular.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. A deliciosa curiosidade infantil. A ingênua esperança infantil.
    BjO*

    ResponderExcluir
  11. Quintana é simplesmente MARAVILHOSO !!!

    E que saibamos todos conservar nossa criança interior ...

    Bjo e um Lindo Dia !

    ResponderExcluir
  12. AMORE,
    vim te desejar uma otima semana ,cheias de surpresas boas.
    Adorei mais essa do Quintana,ele é meu poeta prefeirdo, mas ainda não conhecia esse.

    tem novidade la no blog, advinha o que é/??

    te dou uma caixa de ''bis''

    kkkk o beijo

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente maravilhoso!!
    Abraçooo!

    ResponderExcluir
  14. pois é ... na verdade o Tio não sacou direito ... o guri estava encantado era com as sapatilhas da artista e com o vestidinho de tule dela ... queria um modelito igual para ele ... com o passar dos anos ... ele se tornou uma Drag famosa das noites de Belo Horizonte ... kkkkkkkkk

    ;-)

    ResponderExcluir
  15. Bom dia,Wanderley!Mário Quintana adoro esse poeta!
    Na vida é preciso equilibrar-se tantas e tantas vezes, as vezes também é preciso se desnudar dos medos e por a cara a tapa...
    Uma ótima semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  16. Interessante a historia do menino,,,talvez ele guardasse em si um grande segredo....abraços meu amigo e uma bela semana pra ti...e olha,,,nossos amiguinhos estão marchando firmes rumo a segundona,,,e eu nao to nem ai pra eles...rs..rs..rs.....

    ResponderExcluir
  17. Duvido
    que Mário Quintana
    tivesse alguma vez sido menino
    Com que então tusa aos 8?
    Com essa idade
    Cabeça cheia de heróis
    Superhomem, Tarzan, Capitão Fantasma
    Principe Valente
    lidos no Cavaleiro Andante
    eu montaria ums banda de desenhada
    e em pequenos quadradinhos
    eu, na magia do circo,
    no "suspense" do numero artistico
    imaginaria
    a moça resvalando
    caindo
    gritando
    esperando por ser acudida
    de pronto eu aparecia,
    por artes mágicas salvando-lhe a vida
    e, depois, com todo o circo em grande ovação
    dava-lhe um beijinho e um xi-coração
    aí sim
    poderia aparecer a tesão
    (mas acho que foram uns anitos mais tarde...)

    ResponderExcluir
  18. "Apesar de tudo; apesar de todas as desesperanças... quem sabe?..." Lindo isso!!!Adoro Mário Quintana.
    Bjão querido, Boa semana

    ResponderExcluir
  19. Meu amigo, e os olhos ainda virgens do menino, a esperar por algum acontecimento, ainda que exista as malhas!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  20. Doces sonhos de menino, embalam do flutuar da imaginação!

    ResponderExcluir
  21. Meu querido, esses barbados que ainda querem bis...
    Oh, bichinhos arretados!
    Um abraço, bjs em teu coração, até.

    ResponderExcluir
  22. Oi amigo , tudo bem? Lindinho esse poema,como tudo de Quintana e também como seus posts. O poeta Quintana era safadinho como todos os meninos. Acho muito bom guardarmos os conteúdos infantis, né Wanderley? Bem oportuno esse poema, já que hoje comemora-se o "Dia dos "Meninos".

    Um beijinho

    E.T. Obrigada pela solidariedade, viu

    ResponderExcluir
  23. Boa a época em que um pedaço de carne a mostra se tornava a alegria do menino.
    Antigamente tudo era tão inocente...

    bjão, gato!

    ResponderExcluir
  24. Quintana escreve lindamente.

    A inocência das crianças paira, ainda, em seus homens.

    Ótima semana.

    ResponderExcluir
  25. Ah esses textos de mario Quintana.
    Trazendo lições, nos levando a reflexões.
    Tudo a seu tempo e as memórias da fala,
    se aquiescem o hoje no ontem...

    Mto bom

    Bjs

    livinha

    ResponderExcluir
  26. Mário Quintana vai ser sempre meu amor!


    *.*

    ResponderExcluir
  27. Isso é que é começar a semana bem... ao lado de Mário quintana.

    Que sua semana seja maravilhosa querido!

    Beijão

    ResponderExcluir
  28. E se o menino quisesse, veria por debaixo daquelas roupas de malha, tamanha a sua imaginação...Mas que doce esperança tem as crianças e que bom que nunca permites que o menino que mora em ti adormeça;.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  29. Wan, que lindo isso, meu amigo, que emocionante... e eu não conhecia! Mário Quintana, eterno, maravilhoso. Muito obrigada por esse presente... e tomara que a criança dentro de nós nunca desista, nunca se deixe vencer. Me emocionei muito e como é bom me emocionar... ainda!
    Beijokas, querido.

    ResponderExcluir
  30. Olá Wanderley, fiquei pensando no estraga prazeres em todos os sentidos que era esse tio... Saber que a lua tem crateras tira um pouco da magia para poetas sonhadores, não acha... Que importava se tinha ou não malha por baixo? A imaginação tem imagens muito mais interessantes!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  31. LINDO! Vamos perdendo a fé na surpresa, quando crescemos, achamos que já desvendamos todos os segredos. Tolos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Olá Wander!!
    Lindo poema!!
    O que o menininho diria hoje? (rsrs)

    ResponderExcluir
  33. Querido amigo, nunca devemos permitir que nossa criança interior cresça, devemos resguardá-la, e continuar com nossa imaginação. Tenha uma linda semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  34. Wander, superrrr querido!!!

    Quintana dispensa palavras!!!

    E a gente vai se equilibrando!!!

    Beijooooooooooo!!

    Disse no blog do paulo, e digo aqui tbm:
    Parabéns pelos 36 anos juntos.
    Vocês são amigos, que eu simplesmente amoooo!

    ResponderExcluir
  35. Quem não guarda os bons momentos da infância, a criança que mora em mim ainda me conta segredos também.
    Abraço

    ResponderExcluir
  36. OLá amigo...

    Visitando aqui o seu belo blog.
    Você não esteve mais lá na Casa da Poesia conosco. Apareça por lá.

    Abraços*

    Renato Baptista

    ResponderExcluir
  37. "Lentamente.
    Só para judiar."

    Quintana é magnífico!!

    E eis os ensinamentos “detrás do atrás” dos versos... aprender a ir de vagar, com calma, com classe, eis a lição!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  38. A perfeição de Quintana.

    Acrdito que em cada um de nós mora sempre uma criança.
    A questão é se ainda damos ouvidos a esta criança que sempre quer se fazer ouvida!

    Abs

    ResponderExcluir
  39. Ah!Essas crianças e suas cabecinhas cheias de imaginação...rssss...que divertida poesia escolheu!Meu Deus,pensou que eu estava brava com vc?NUNCA,MEU AMIGO!EU TE ADORO,MENINO!Bjs,

    ResponderExcluir
  40. Meu querido amigo
    Estou de volta e estou melhor.
    Quero agradecer as palavras de carinho e amizade.
    Obrigada.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  41. Sorri!

    Que bom é guardar em nós a inocência de criança.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  42. Boa noite, Wanderley.
    Quem dera pudéssemos manter a pureza de um olhar de criança até ficar gente grande, e continuar... Enfim, vc "apelou" pro Quintana nessa linda mensagem. Grande abç,
    Adh
    (e grato pelas gentis palavras no post "Ano 21", valeu)

    ResponderExcluir
  43. Uma graça esse poema! Quintana genial, com palavras simples nos fala da importância de não deixarmos morrer a criança que habita em nós.
    Adorei.
    Abraços,
    Cida.

    ResponderExcluir
  44. Oi , Wanderley !
    Passando pra agradecer seu carinho
    e desejar uma Noite Cheia de Paz e Sorrisos ...


    BjO!

    ResponderExcluir
  45. Acho que no meu caso a observação do tio não faria a menor diferença, pois a força da imaginação eliminaria todo e qualquer tipo de malha. É só querer! Rsrs.

    Abraços e ótima noite pra ti.

    Furtado.

    PS = Postagem muito pertinente, pois hoje se comemora o "Dia do menino".

    ResponderExcluir
  46. Vc pega pesado... Quintana é demais...

    Abração...

    ResponderExcluir
  47. Que delícia de texto.
    Nos remete a doçura da infância.
    Quando não tinhamos problemas em esperar.
    Tinhamos a vida inteira.
    Beijos

    ResponderExcluir
  48. kkkk essas "crianças" viu? rs

    beijos querido

    ResponderExcluir
  49. Que gracinha o Quintana... :)

    Pois é, tá difícil votar mesmo. Não escolhi nenhum candidato a nada, ainda. Sou vizinha de um ex-senador que até é uma boa pessoa, mas...

    Para a presidência eu tenho minhas dúvidas. Como moro no Acre, estou pertinho da história da Marina e ela conseguiu um respeito muito forte desse povo, o que me chama a atenção, porém... rs.

    Abraço! ;)

    ResponderExcluir
  50. Boa noite! Temos saíde quando podemos dialogar com a criança que existe em nós; quando perdemos o contato com essa parte tão essencial de nós mesmos, começamos a envelhecer.
    Lindo poema! Ah e eu adoooro circo! Todos. Qualquer um. Me encanta tudo. No meu blog no marcador HOMENAGENS tem minha memória do circo, lá no interior de Minas, onde nasci.
    Abraços!
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  51. Wanderley, seu blog é muito legal e vou seguir. Obrigado pela visita.

    Uma relação tão duradoura merece ser comemorada, elogiada e desejar realmente que Deus abençoe todos os dias.

    Eu estou 15 anos casado e mais 10 de namoro, total de 25 anos juntos, e sei como é necessário abnegação, esforço, compreensão, respeito e amor. Não necessáriamente nessa ordem, e não necessáriamente todas juntas e muitas vezes sem nenhuma delas para poder continuar a união.

    Um dos segredos é respeitar a individualidade e lembrar que somos humanos, dotados de desejos e falhas.

    Grande Abraço,

    Marcos

    ResponderExcluir
  52. Divino esse poema viu amigo...sempre gosto de ler.

    Hoje completo 02 anos de blog e por isso, quero te agradecer pela parceria de sempre.

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  53. Um texto que toca no fundo da alma.






    *
    a verificar: Mario Quintana não teve o acento em seu nome.

    ResponderExcluir
  54. OI Wander
    Adorei esse menino curioso e curiosa fiquei pra saber se estava no post correto , datado de 12 de outubro -- vai saber ... nao tendi rsrsr
    abraços

    ResponderExcluir
  55. Anjo meu!
    Te visitar dá um brilho especial ao meu dia. Gostaria de vir mais vezes, mas o tempo curto não me permite.
    Porém estás sempre no meu pensamento e as portas do meu céu estão sempre abertas te esperando.
    Agradeço a tua compreensão!
    Meu carinho,
    teu ANJO...

    ResponderExcluir
  56. Boa escolha e um poema de Quintana sempre actual.
    Quem dera que esse menino nunca morresse e que fosse sempre acreditando na vida e nos sonhos.

    ResponderExcluir
  57. Ai, Quintana é tudo!!! Falar da inocência das crianças é algo que me move todos os dias. Trabalho com muitas crianças e sempre estou rindo sozinha pelos caminhos quando me lembro do que elas me dizem! Elas me movem e me renovam a cada dia. Bjs!

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...