quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Tudo é fútil





Tudo é fútil
O mundo é banal...
Meu cachorro latiu
O menino correu do cão
E pegou uma pedra no chão
E acertou no meu cão.
Se meu cachorro morrer
Eu vou te matar também
O meu cãozinho
Não ia morder você.
O menino é cruel
Meu cachorro tão bom
Sempre atento me avisa
Quando tem ladrão
Ele não come carne
De terceira.


Marcelo Máximo


Wanderley Elian

12 comentários:

  1. Um texto bonito, de uma amizade verdadeira e no final um belo de um deboche.
    Bacana
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. A relação dos meninos aí ficou bem dúbia e real. Um que ama o cão e outro que apedereja.Ou seja, tem gente de todo jeito,né.Ah,eu também não gosto de maldade com animais, muito menos com cachorro. Sempre tive um, hoje tenho 4.3 poodles e um fila.Um abração

    ResponderExcluir
  3. Oi, meu lindo! O que seria a vida sem a poesia de cada dia? Teu cantinho tá tão fofo, rodeado de uma áurea gostosa, tranquila... Você me transmite isso também. Parece ser alguém assim..

    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. obrigada pela visita...
    estou a melhorae...
    hoje partilho um sorriso diferente...
    está a ser um Dia dos mais felizes.
    hoje aqui em casa houve...NATAL...


    beijos

    ResponderExcluir
  5. O interssante do texto foi me remeter a minha infancia, meu amigo, voce nao imagina o quanto eu tinha medo de cachorro, nunca fui mordido, as nunca tive amizade com eles...rs..rs..rs....te falo sinceramente, eu tambem atiraria a pedra...rs..rs...abraços e um dia lindo pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Gostei...todas as crianças normais são cruéis...e isso é mais uma coisa que perdemos com o tempo...mas até a crueldade é necessária...não pra ferir, mas pra nos defender!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkk
    ele não come carne de terceira menino, ele não ia te morder!!! kkkkkk
    muito bom!

    beijos querido!!

    ResponderExcluir
  8. Esse texto me lembrou um fato que eu fiquei tão triste e indignado...
    Eu estava no ponto de onibus indo para o trabalho, e vinha dois meninos com uma antena nas mãos, e no ar voava uma borboleta, muito linda, toda branca, até esse momento estava tudo em paz. Os pirralhos desgraçados, e encapetados, começaram a bater nela, e ela se levantou, e eles continuaram a bater, até que ela ja estava toda estraçalha no chão, em mim.. um raiva imensa surgiu daqueles meninos, que por Deus me Perdoe, eu queria que acontecesse o mesmo com eles no mesmo instante que mataram a borboleta, mas o que eu ia fazer, do outro lado da rua, sem reação de ver aqueles meninos, sem um pingo de noção do que faziam.

    Nunca me esqueço disso, e um dia há de voltar, e não quero estar perto.

    Te adoro, um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Ai, adorei!
    rs!
    To rindo aqui!!!! :D

    ResponderExcluir
  10. Ah, eu sou tão medrosa e já fui mordida por cachorro, então, sei que posso estar errada, mas quando vem um em minha direção, me abaixo e pego uma pedra, não atiro, mas ameaço pra ver se ele se distancia de mim, e fico tremendo toda...rs.

    Beijos wanderley.

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...