sexta-feira, 18 de março de 2011

Lembranças


Mudamos para um bairro em formação. Nossa casa era a unica de uma rua sem calçamento. No entorno, apenas áreas ainda não loteadas e muito verde. O quintal era enorme, cheio de árvores frutíferas: abacate, mamão, ameixa, figo, etc. Minha mãe logo providenciou um galinheiro e uma horta.
No fim da rua tinha uma lagoa formada por uma mina, que, não sei de onde, vinham crianças e adultos para nadarem. Tudo era difícil. Pegar ônibus, fazer compras, ir à escola, era quase uma aventura. À noite, o silêncio era tanto, que qualquer barulhinho, virava um barulhão, era de dar medo. Eu dormia  rezando para amanhecer logo. Acordávamos com o cantar do galo.
Com tempo, as áreas foram loteadas , novas casas foram surgindo e aparecendo os vizinhos. Meu irmão e eu vivíamos a espectativa de ter crianças para brincarem com a gente. Cada família que chegava, se integrava as que já estavam,  formando uma grande família. Tudo se pedia emprestado: ovo, pó de café, açúcar, até dinheiro. Era normal.
Trocaram os postes de madeira por concreto, calçaram as ruas, colocaram linha de ônibus. Tudo mudando rapidamente. O "Cine Amazonas" surgiu imponente e tornou-se a sensação do bairro. Aos domingos íamos à matinê e aproveitávamos para trocar gibis e figurinhas.
A especulação imobiliária foi levando para longe, cada vizinho. Cada um que partia, partia nosso coração.
Íamos resistindo...
Os irmãos casaram o pai morreu, e a casa ficou grande demais.
Enfim, chegou a nossa hora de abandonar a rua Maranguape 344. Foi um dia de tristeza e dor.
Demorei muito tempo para voltar naquela rua. Hoje no lugar da casa que seria tombada pelo patrimônio municipal, existe um prédio, feio e frio, e a casa da minha infância só existe nas fotografias e nas lembranças.

Wanderley Elian



78 comentários:

  1. Eu também tenho na minha lembrança tantas coisas deliciosas que a realidade de hoje tratou de salgar.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente a nossa vida tem esses momentos não é mesmo? Hora de chegar, hora de partir. Pessoas, lembranças, fotos. Quando tudo parecer ter sumido, as coisas mais importantes estarão lá dentro, onde todos nós sabemos.

    Beejo,beejo querido. Uma linda sexta-feira pra você.

    ResponderExcluir
  3. As lembranças boas podem e devem ser contadas, guardadas, registradas .
    As nostalgia é inevitável Wanderley
    É mesmo assim, crescemos e deixamos pra trás parte da história.
    Mas gosto muito de ver revelar o menino que fostes.
    abraços todos

    ResponderExcluir
  4. Complicado... Desde que me entendo por gente, moro no mesmo lugar, e pensar em sair daqui eu não consigo, mas um dia pode acontecer, e a dor de ver o bairro onde fui criado, a casa que me criou, ficar distante, sei que vai doer muito... Mas é a vida de hoje em dia, infelizmente... Confesso que antigamente, eu era mais feliz... Enfim...

    Abração...

    ResponderExcluir
  5. A vida muda. O nosso destino vai mudando os nossos dias, muda as nossas vontades. E depois, ficam as recordações, as memórias de tudo o que vivemos e nos deixa tanta saudade.

    ResponderExcluir
  6. Como vai você...
    Desejo que estejas bem...
    Cheio de paz...
    Saúde e muita inspiração...

    Na correria do dia – a – dia...
    Eu penso em você...
    Na tua alegria...
    Na tua tristeza...
    Nos seus belos comentários...
    Em poemas meus...

    Lendo você...
    Mato saudades...
    Passo pra te dar bom dia...
    Deixar-te meu abraço...
    Meu carinho...
    E dizer eu adoro você...
    Caso precisares de mim...
    Estou aqui conte comigo...

    (((((* - *)))))

    Obrigado por você existir...
    Tenha um exelente fim de semana com muita paz felicidade e cheio de novidades bjkas.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo tendo uma pontinha de tristeza pela passagem do tempo,,,ficam guardadas na memoria todo o bom tempo vivido,,,todo o bom sentimento sentido e a construção do futuro,,,de tudo que é hoje,,,grande abraço de bom final de semana pra ti amigo...

    ResponderExcluir
  8. Lembranças boas que guardamos para sempre...

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. há coisas que servem para acalentar nossos dias, lembranças boas


    abraço

    ResponderExcluir
  10. Saudades das casas onde morei. Em Minas, no quintal, havia um pé de manga gigantesco. Me recordo da doçura das frutas que fizeram minha infância ter um gosto de quero mais.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia,Wanderley!!

    Ao menos nas nossas lembranças ninguém pode mexer ou alterar!!Estas guardamos bem vivas dentro da gente!!
    Beijos!!
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  12. Wanderley, você expôs lindamente as suas recordações, sua saudade, a dor da perda, enfim, mostrou-nos um pouco do seu passado.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Oh meu querido, estas lembranças dão saudade mesmo, mexem com a gente...afinal foi tempo vivido...histórias tecidas na vida...
    Beijinhos e ótimo fds...
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Lindo post!Lembranças que ficam pra sempre...Dá pena de ver lá novamente... abraços,chica

    ResponderExcluir
  15. Houveram tempos
    assim
    de trégua...

    Tácito

    ResponderExcluir
  16. tudo bem ... tudo bem ... lembranças boas sempre são ricas ... mas calma lá ... PATRIMÔNIO MUNICIPAL só se for VOCE .... kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  17. é meu amigo o tempo passa e nem damos conta disso... as vezes quando assustamos ja passou anos.. Um abraço! Mais as recordações sao gostosas

    ResponderExcluir
  18. Bom dia, querido amigo Wanderley.

    Nossa... menino!! Que emocionante...
    Essa nostalgia é gostosa, porque é como você abraçar a sua própria vida, trazendo à tona tudo que foi relevante.

    Ver o progresso chegar trazendo alegria, e depois ele mesmo, dispersar cada vizinho... Como num jogo de quebra-cabeças!

    Viajei na sua história... Senti as suas emoções!

    Beijos no coração.
    Tenha um lindo dia cheio de paz e alegrias.

    ResponderExcluir
  19. hum... por mais que tenha doído lembrar e escrever, quero, que sabia, que foi muito bom ler.
    Isso, que Amapola escreveu: "viajei na sua história... senti sua emoções" também.
    Que sua sexta seja do "balacobaco".
    bjosss

    ResponderExcluir
  20. Que blog interessante.;)
    Gostei.

    Bjs.

    Dadi

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Você comentou no texto MEMÓRIA de Denise Portes, que hoje você postaria uma história parecida com a dela...confesso fiquei curiosa e resolvi passar por aqui...adorei tudo! Parece que em todos os blogs que entrei nessa semana, o assunto é nostalgia!! bons tempos! No meu blog também falo de uma história de tempos asim...se quiser passar por lá...vou adorar!!
    Abraços
    Lhú Weiss

    ResponderExcluir
  22. As coisas mudam, não obedecem de todo à nossa vontade. Abraço.

    ResponderExcluir
  23. Uso minha memória pra guardar as coisas que meu coração não vai esquecer. Os cheiros, as cores, os sentimentos que tenho em relação ao lugar...
    Lugar mais seguro não há.

    Bjs!

    ps - tá difícil postar comentários, dá erro na página;

    ResponderExcluir
  24. Belas recordações meu querido.
    Hoje atualmente ainda encontro o bairro onde fui criada,tudo tão diferente que a nostalgia embala a minha saudade.
    Muito bom o texto.
    Parabénsssssssss.
    Um exelente fds.
    Beijokas millll

    ResponderExcluir
  25. De alguma forma ela ainda vive né amigo?
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Eu ADORO esse tipo de postagem, de fotografia e de MEMÓRIAS!!!!! Lindão! Bjz!

    ResponderExcluir
  27. São as lembranças que fazem a vida veler a pena


    beijos

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  29. Que fiquem as boas recordações,mas a saudade matadeira não nos abandona ..é um fato.Sei bem disso.
    beijo amigo e um ótimo fim de semana ,seu post foi 1000

    ResponderExcluir
  30. o patrimônio municipal e o seu sentimental né?

    ResponderExcluir
  31. que lindo relato...
    tenho muito disso, dessa saudade de lugares que já não são mais.....
    temo que apenas eu os tenha na memoria..

    ResponderExcluir
  32. Tenho tantas lembranças também meu querido, e ao te ler foram ficando alvoroçadas e me deu vontade de chorar.
    Mas é a vida né meu querido?
    Beijos, muitos.

    ResponderExcluir
  33. Sua postagem dispensa comentários,parabéns!
    Obrigada pelo carinho,boas energias,paz,saúde,muito amor.
    um abraço carinhoso,
    Mari

    ResponderExcluir
  34. Sempre ouço histórias parecidas pelos meus pais... e as fotos não os deixam mentir...

    Beijo Wander!

    ResponderExcluir
  35. ai Wanderley q pena que não foi tombado e q se tornou num prédio triste.

    ResponderExcluir
  36. Tenho saudades, mas mudei tanto nessa vida de meu Deus que criei poucas raízes.No entanto esse sentimento do que já foi em vida me é conhecido, afinal é disso que se fala, não é ?
    Aos jovens que aqui passam , uma profecia: a vez de vcs sentirem esse sentimento vai chegar...( risada um tanto malévola) . Aos "mais experientes" que não se enternecem com o seu relato....Ara, sô! Vão catar coquinho na beira da estrada!

    ResponderExcluir
  37. Ah, Wanderley, já passei por situação semelhante, e como dói... Momentos importantes hoje só revividos à luz da memória...

    Belo texto, amigo. Bjs, bom fim de semana. E inté!

    ResponderExcluir
  38. Boa noite, amigo (sim depois de tanto conversamos tomo esta liberdade), lindo este relato nostálgico.
    Muito bom ler sinceridade, memórias, ler famílias, ver fotos e por algum motivo se lembrar de algo também já vivido.

    Muito obrigada pelo texto, pela atenção que tens comigo.

    beijux

    Renata.

    ResponderExcluir
  39. Emocionante! Fiquei lendo e imaginando o lugar. Que pena! Fico imaginando se algum dia irão chorar pela demolição desses arranha-céus?

    ResponderExcluir
  40. Ai Wanderley, não deu pra segurar a emoção. Não mesmo. Compreendo essa sua saudade. E como...
    Coincidentemente estive hoje na Tijuca, um bairro do Rio onde meus filhos nasceram e cresceram e onde meus pais moraram durante muitos anos. Ao passar pela rua, fiquei engasgada. Sempre que vou lá é uma tristeza...Dá nó na garganta ao ver que tudo acabou.Hoje, no lugar das casas,lá estão os prédios.Vida que segue,não é amigo?
    Estou adorando esse seu lado criativo, sua produção em série.Continue. Parabéns por sua sensibilidade e obrigada por esse momento de pura emoção.
    Gostei de saber o que você me contou no blog. Faça mesmo.

    Um beijo e um abraço e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  41. Olá Fernando!

    Nossa, poder meio que fazer parte das tuas lembranças, é ver um álbum de fotografias da melhor maneira, como se sentados a sua volta podendo ouvir e viajar com tudo.

    Eu nasci e cresci no mesmo bairro e mesma rua, vivo em Petrópolis desd sempre, chego a ser um tanto provinciano.

    Mas só de pensar em ter que sair daqui, ja me passa um filme pela cabeça!

    Saudade boa não é?

    Um forte abraço amigo e um ótimo fds!

    Nos encontramos no Alma ou aqui!

    Vinicius.

    ResponderExcluir
  42. às vezes me pego imaginando qd eu sair da minha casa e voltar.

    eu sei q hj eu tenho vontade de me afastar, talvez só p sentir um tico disso q vc sentiu.

    ResponderExcluir
  43. "Ai que saudades da minha infância querida que os tempos não trazem de volta..."
    Nossa eu até tenho medo de me mudar,moro na mesma casa desde 1 ano e pouco, nem sei como é se mudar,mas é necessário e inevitável,mas deve bater uma saudade enorme.
    Um ótimo findi!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  44. Boa noite, querido amigo Wanderley.

    Muito obrigada pela honra da sua visita, e pelo comentário gentil e carinhoso.

    Tenha uma linda noite de paz e amor.

    ResponderExcluir
  45. Wander, tanta tristeza que dá né?

    Eu morro de vontade de voltar a ver a casa que praticamente cresci, e vivi até meus 17 anos.
    Foi um tempo feliz.
    E eu sou nostálgica. Assumida!

    Eu to adorandooooo ler você meu amigo, como disse no post da saudade, não pareeee de escrever.


    Um beijo!

    ResponderExcluir
  46. É o preço do progresso, as lembranças boas ficam gravadas na mente como tatuagem no corpo e é tão bom recordar.

    mil beijos e linda noite!

    ResponderExcluir
  47. Estou me preparando pra esse dia também, me vi um pouco, aliás muito no teu post, pois moro na casa onde nasci e muitas mudanças aconteceram desde a infância até hoje, a partida dos pais, o matrimônio dos irmãos e eu na casa de herança. Sinto que será dolorosos romper com tantas memórias.

    ResponderExcluir
  48. Qd a saudade é do que é lembrado, tudo bem!!! é lindo, o duro é sentir saudade, chorar, e não se lembrar do por que?
    Bj querido e boa noite pra ti

    ResponderExcluir
  49. Querido escritor, há um presentinho para ti em meu blog Lectando-me. Com carinho, ofereço-te.
    Abraço,
    Jasanf.

    ResponderExcluir
  50. muiiito legal o blog, fiquei imprecionada a quanto tempo ja tem ele, adorei isso *-*
    seus posts são incriveis.
    estou começando um blog agora e queria que dessem uma olhada e comentassem sobre o que acharam, espero que gostem:
    http://drinkcometrue.wordpress.com/

    aaa e tb espero que tenha esse blog durante muito tempo, e que conquiste tantos "seguidores" quanto vc

    ResponderExcluir
  51. O que seria o homem sem lembranças? Adorei o blog.

    ResponderExcluir
  52. um post singelo e nostalgico. Nos "corações que se partem" parece triste, mas fica bonito de ler.
    Parabens pelo texto.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  53. Oi querido, acabo de ver um filme da minha vida. É outra cidade, outra rua e outro número, mas, a rua sem calçamento, os postes de madeira, o ônibus que não passava, o povoado crescendo, meu pai está aí graças a Deus, mas, minha mãe se foi, meus irmãos tomaram seus rumos, e a vida é hoje e agora. Visionário este texto! bjs!

    ResponderExcluir
  54. Um belissimo sabado todo azul pra ti amigo...abraços.

    ResponderExcluir
  55. Wanderley, sábado próximo gostaria que fosse meu convidado na minha Sala de Visitas.
    Caso aceite me mande por mail um poema seu e se quiser a imagem também.
    Meu mail maluccat@bol.com.br.
    Aguardo! Deixo um abraço

    ResponderExcluir
  56. O tempo nos traz tantas modificações e as saudades vão se acumulando. Onde nasci também aconteceu a mesma coisa, e deixou grandes saudades em minha mente.
    Abraços forte
    Bom final de semana

    ResponderExcluir
  57. Que o breve
    seja de um longo pensar

    Que o longo
    seja de um curto sentir

    Que tudo seja leve
    de tal forma
    que o tempo nunca leve.

    Alice Ruiz

    BOM FDS...Beijos de coração prá coração! M@ria

    ResponderExcluir
  58. Oi, Wanderley
    Seu texto me transportou lá pra minha Alegre, cidade do Espírito Santo onde nasci. Antes, me parecia um mundão de grande. Hoje, tão pequenina. Foi deixada pra trás também e penso que ela não é mais a mesma. A casa onde eu nasci virou agora um comércio de revenda de ar condicionado. Enfim, a vida passa. Mas, tenho ótimas lembranças. Beijuuuuuus!!!

    ResponderExcluir
  59. EMOCIONANTE WANDERLEY!!
    UM AVISO AOS AMIGOS:

    No momento, a Secretaria de Educação de Sergipe, infelizmente, está nos tirando, todos nós professores das salas de informática, para assumir salas de aula. Como não querem fazer concurso, iremos para a sala de aula e os computadores das escolas irão ficar PARADOS. Poderei ser lotada em outra escola sa rede, que nem sei qual será. Que tal? Quando entendo que deveria ser o contrário. Professores usando esta ferramenta maravilhosa da tecnologia. A educação está ...edindo.
    Eu continuarei então com o meu blog, que antes estava dando uma força para a escola e os alunos. Agora com o nome "Amor ACORDADO" e escrevendo o que gosto e do que gosto.
    É isso e bola para a frente Brasil!!
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  60. Amigo querido sua casinha amada....a vida...ah!
    Obrigada amigo pelo apoio lindo.
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  61. Há dias tão lindos...
    Há momentos tão simples.
    O que nos move é essa sensação, de sentir que alguém que se importa, e gosta da gente de verdade...

    (Patty Vicensotti)

    FELIZ DIA DO BLOGUEIRO PARA VC AMIGO.

    Um domingo cheio de bençãos para todos nós.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  62. Eu também já passei por isso, esse é o preço que pagamos pelo progresso.

    Abraços e ótimo final de semana.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  63. Boa noite,

    Tem um selinho para comemorar o Dia do Blogueiro, está na postagem e ofereço à vc com muito carinho.

    mil beijos!

    ResponderExcluir
  64. Ah, estas lembranças em forma de melancolia,fruto desta força que esmaga e estraga tudo pela frente.Gostei do seu texto,só uma curiosidade,qual a cidade desta inspiração?
    Meu abraço.Vou seguir uai.

    ResponderExcluir
  65. Meu querido

    São recordações que ficam para sempre...na nossa memória são visualizadas como se existissem ainda...um texto que me fez voltar no tempo à casa onde nasci, que vive comigo para sempre.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  66. O 'progresso" sempre atropelando nossas vidas e nossas lembranças...

    ResponderExcluir
  67. Wanderley,

    Seu texto é lindo e de imensa sensibilidade.
    Tem a doçura da infância e a noltalgia
    do presente...



    Bjo e uma Noite Serena

    ResponderExcluir
  68. Bacana essas lembranças,caro Wanderley. Pelo blog sabe que gosto de recordar,né?embrei-me da minha rua "Vital Brasil", até no detalhe dos postes de madeira sendo trocados, o asfalto chegando e famílias também. Cruzeirão disparado. Um abraço

    ResponderExcluir
  69. Concordo, a poesia é uma só. Viva a liberdade de criação. Um abraço, amigo Hugo

    ResponderExcluir
  70. Venho carinhosamente lhe oferecer o presente do Poetas um voo livre. a conquista é de todos. Fazes perte desse momento bem especial.
    MUITO OBRIGADA
    PASSE AQUI.
    http://sandraregina7.blogspot.com/
    VOU TE ESPERAR.
    CARINHOSAMENTE PASSO VOANDO PARA TRAZER O MEU CARINHO..
    ATÉ MAIS.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  71. Excelente, adorei ter lido todas estas palavras sensiveis e doces, verdadeiras lembranças poéticas de uma vida com seus igredientes.

    Tenha um bom final de semana! Tudo de bom.
    Xerooo no coração..rs
    Se cuida.

    ResponderExcluir
  72. As lembranças ficam como uma doce nostalgia, embora não existam mais...


    Carinhos...

    ;-)

    ResponderExcluir
  73. Olá! Td bem? Espero que sim.
    Você assistiu o filme Amor a segunda vista com sandra Bulok?
    Ela brigava com o personagem do Hugh Grant para não derrubarem o Centro Comunitário. Esse seu post me lembrou o filme. Ela dizia que um prédio seria frio e sem vida, diferente do Centro, que era vida, ponto de encontro, alegria, era acolhedor, cheio de histórias e fazia parte da história de toda a vizinhança.

    Como são gostosas nossas lembranças de infância.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  74. Wanderley,

    Tão lindo e terno, o que acho de mais belo na escrita é a alma explicita do poeta em palavras!


    Sempre com belos escritos!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  75. Wanderley,

    Mas a nossa vida é feita de lembranças...assim elas se solidificam em nosso coração, aonde cada um tem o seu livro escrito...

    Parabéns pelo Dia do Blogueiro...tem um selinho no meu Blog pra vc...

    Um beijo!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  76. Entendo tão bem isso que você narra, Wanderley! Quem de nós não quer retornar ao local de sua infãncia? Trazer um pouco de sonhos e lembranças à vida de agora? Parece que com isso o tempo pára por algus minutos; gostaria que ele parasse, que todos os relógios esquecessem de trabalhar.

    bjs
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  77. Em decorrência do próprio viver, com o passar do tempo, as lembranças vão se tornando mais presentes... Um dia seremos só lembranças também...
    Belo escrito, abraço do Miguel-

    ResponderExcluir
  78. Hum...
    Vale meu post de ter um botãozinho pra apagar lembranças...de só viver no presente.
    Mas ai o que seria da gente sem ter lembranças como essa ? Lembranças gostosas sim .... de certa forma saudosa....

    Bjs

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...