terça-feira, 29 de março de 2011

Apartamento



rés-do-chão vive-se bem; 
o manjar é pouco, o dinheiro escasseia, 
mas sem que disso haja noção. 

O telhado é inconveniente 
e deveras interessante, 
nos tumultos, na luz protagonista 
do brilhar manifesto do sol. 

Neste andar do meio, 
sem proveito elevado ou insignificante, 
as horas passam como o pó que se arrasta, 
preso no apartamento tragicamente único.

Tcosta

Wanderley Elian

67 comentários:

  1. Trágico e poético Wanderley! Agora ficou mais fácil. Tenho vc na minha lista de blogs.
    Bons sonhos!!
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  2. vendo a vida passar ... como na imagem !
    que ela leve nossas angustias e decepçoes
    abraços Wander

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, querido amigo Wanderley.

    Gosto de ter o sol, o jardim, e o vento como protagonistas no meu quintal. No meio dessa liberdade e beleza, eu sou uma figurante feliz.

    Um grande abraço.
    Tenha um lindo dia, cheio de paz.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!
    Você descreveu poeticamente a sensação que eu sentia quando vivia num apartamento minúsculo e desempregada! hehe


    #Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Solidão querendo ser feliz,tentando transformar o cinza em aquarela...muito lindo isso.
    beijo Wanderley e um dia feliz

    ResponderExcluir
  6. Tcosta soube explorar muito bem a magia que se pode extrair das diferenças de olhar para o infinito e de sentir-se enclausurado como num caixote!
    Abs., Miguel-

    ResponderExcluir
  7. Só e meditativo... Lindo poema!abraços,chica

    ResponderExcluir
  8. Lindo poema! Amei*

    Momemto de solidão.
    Solidão as vezes é bom, para colocarmos o ponto no i..as vezes não, nos impede de sermos felizes...

    Amigo! Uma linda semana pra vc* TUDO DE BOM*

    Abraços,
    Lu

    ResponderExcluir
  9. Tendo por telhado a lua e as estrelas...o manjar é pouco mas...sobra na emoção!!
    Adorei este "deixa andar" que, ás vezes, é caminho para a felicidade.
    Beijo e boa semana.
    Graça

    ResponderExcluir
  10. Meio que tedioso e solitario esse apartamento...abraços de bom dia pra ti...derretendo de calor...

    ResponderExcluir
  11. Liberdade!

    Passando pra dar uma apreciada no blog e desejo um ótimo dia.
    Xeros

    ResponderExcluir
  12. Nunca morei em um deles, mas se tivesse que morar ia preferir o terreo,rsrs. Beijos querido

    ResponderExcluir
  13. Caro amigo, poema que retrata a realidade de muitos...
    Parabéns pela postagem! Um grande abraço de paz e luz! Rosana

    ResponderExcluir
  14. Tava com saudadonas de passar por aqui.

    Boa semana, gato.

    ResponderExcluir
  15. Hoje não é um bom dia para o Bratz ler estas coisas ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  16. Wander, meu querido!

    Vivi alguns anos num apartamento em SP e me sentia muitas vezes exatamente assim.

    Mas era feliz - E sabia rs!

    Um beijooooo!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,Wanderley!!

    Em algum momento da vida passamos por isso...
    E que ficar sozinho meditando, nos traga sempre sabedoria para conduzirmos nossa vida...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. éééé.....apartamentos e suas fobias. De solidão, espaço e outras coisitas maisssss


    beijossssssss

    ResponderExcluir
  19. Teu lado poético moderno é muito competente. Poesia forte, poesia boa! Abraço

    ResponderExcluir
  20. Meu querido prof. Elian, passei rapidinho para te dizer que adorei a foto da árvore torta (tá na mimnha pasta de imagens); e que tenho te encontrado em amigos da blogosfera que me deixa muito feliz, pois participo de um círculo (do bem) que se fecha, mas se expande, e cresce e nos une. Te gosto muito prof. um imenso abraço.
    ps. Uma das coisas que me atrairam ao teu blog foi esta estética limpa, adoro isso, tuas figuras acompanhando os post, é muito bom gosto, esta figura de hoje então...

    ResponderExcluir
  21. Hum
    Aflitivo...
    Mas eu queria um momento meu assim....
    Acho que to precisando ..

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Ja imaginou que delicia, todos os dias o vento passar e levar embora as tristezas deixando só alegrias ao anoitecer!
    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  23. Meu querido,
    as vezes a solidão faz isso , e triste mas muito real,
    bjs
    Adorei o cabeçalho

    ResponderExcluir
  24. Amigo,

    Claustrofóbico, sim... mas como explicar esse nosso fascínio pelo urbano??

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  25. A solidão ñ é tão ruim se podermos estar acompanhados da beleza particular da gente né meu querido.
    Beijokas milllllllllllllllll

    ResponderExcluir
  26. meio tragico, meio louco, meio tudo, meio nada...
    Maurizio

    ResponderExcluir
  27. À porta
    Esperando que o dinheiro se esgote
    Está um candidato
    impaciente
    chega ou outo
    e já são muitos, em magote
    Lá dentro, no apartamento único
    passa-se o tempo escasso

    ResponderExcluir
  28. Perfeito Wanderley.
    Um poesia de fato escrita na "solitária" de um apartamento...
    Sente-se em cada palavra!

    Abraços

    ResponderExcluir
  29. Oi Wanderley!

    É, o poema traz a nítida sensação de solidão no meio de tanta gente.

    Às vezes a gente se sente assim, né? Sozinho no meio de uma multidão. Outras vezes, saciado com a própria companhia. É assim...

    Montão de beijocas!

    ResponderExcluir
  30. Meu querido amigo

    Muito bem descrita neste poema a sensação de falta de ar que se vive num apartamento, adorei e deixo o meu beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  31. chegando o fim do dia e ainda não chegou nos 5o, OMG!

    Saudades do Elianzinho! Tenha uma boa noite e durma com os anjos.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  32. Nitida sensação de solidão...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  33. Poético e inspirador com sempre!

    Querido estou participando do concurso que vai eleger o escritor do prefácio do livro do cantor e compositor Leoni. Os dez mais votados passarão pela análise do cantor e o escolhido participará da obra final.

    Por favor acesse o link: http://olivreiro.com.br/prefacio_leoni/prefacio/41

    ou então acesse meu blog e click no link direto.

    Não é necessario cadastro e nem senha. É somente clicar no link ler e se gostar votar. Somente isto.

    Conto com vc!

    ResponderExcluir
  34. Já eu gosto mesmo é de mexer na terra, como faço aqui, minhas plantas e meus minúsculos animais, sol, chuva, suor e sereno. Isso sim que é vida.
    Abraço

    ResponderExcluir
  35. Apartamentos, nunca morei em um, prefiro casa, neles me sinto presa,mas sei que mais cedo ou mais tarde vou ter que morar em um.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  36. Isso aí tá parecendo mais um apertamento! Obrigada pelas visitinhas! ótima semana! bjs!

    ResponderExcluir
  37. Desde muito cedo, aprendi que o pouco com DEUS é muito e o muito sem DEUS é nada. Tendo o céu como telhado e vivendo no rés-do-chão, embora o manjar sendo pouco e o dinheiro escasso, os pés têm mais apoio.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  38. Ai ai, detesto apartamento, sinto falta da liberdade...durante 2 anos e meio vivi em um com os meninos...quanta angústia, viu?

    Beijos meu querido amigo, muitos.

    ResponderExcluir
  39. Cheguei até aqui por indicação da nossa amiga em comum, Malu

    As leituras feitas aqui foram as mais prazerosas possíveis

    Abraços

    ResponderExcluir
  40. Mas se o apartamento estiver bem no alto, com uma vista bonita e passar alguma brisa, acho que suaviza a solidão...

    Beijo!

    ;-)

    ResponderExcluir
  41. A solidão não está num apartamento nem a liberdade ao chão: está em nós, muitas vezes num quartinho temos a melhor companhia do mundo:nós. E na multidão, completa solidão.

    beijos pra você.
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  42. Às vezes me sinto presa no meu apartamento.

    Bom dia.

    Bjs


    Dadi

    ResponderExcluir
  43. Moro em um... sei bem o que significa, nada como morar em uma casa, ser livre...

    beijooo.

    ResponderExcluir
  44. Bonito texto!
    Estou buscando o sol... mas essas nuvens... chatas!
    To meio neste apartamento hoje...

    Abração!

    Felicidades pra nós!

    ResponderExcluir
  45. Uma otima quarta feira pra ti meu amigo,,,isso,,,se a gente não derreter em BH...rs..rs...então, tá preparado pra hoje a noite? dia de classificação...abraços.

    ResponderExcluir
  46. Wanderley, querido!!
    Esse texto me fez pensar em um culto a solidão e reflexão.

    beijos !

    ResponderExcluir
  47. solidão... sentimento meio complicado. será que a solidão acontece qdo a gente está sozinho ou afastado da gente mesmo?

    adorei o desenho, vc que fez? mto bacana!
    bom dia

    ResponderExcluir
  48. É só abrir a janela e respirar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  49. A sensação de apartamento é mais ou menos essa mesmo... de "apertamento", por mais que seja grande. Moro sozinho, e no meu caso é apertamento físico mesmo, porém suficiente, e tenho a mesma sensção às vezes. Hoje tem Cruzeirão Exportação. Um abraço

    ResponderExcluir
  50. Amei bela poesia nos faz refletir diversas coisas uma delas é a mais complicada de todas o estar sozinho é bom ou ruin? eu fico no meio termo as vezes precisamos de um tempo so nosso se fechar em apartamento e refletir sobre nossa vida mas por um periodo curto de tempo,pois com o passar dos dias não há nada mais triste do que estar sempre sozinho.bjos querido amigo bela postagem amo estar aqui.

    ResponderExcluir
  51. Muito bom meu amigo!!

    Alguns usariam o termo caixa, mas apartamento deixa a coisa menos trágica.. rs perfeito!!

    Um forte abraço!

    Nos encontramos no Alma.

    ResponderExcluir
  52. São as nossas prisões...um lindo poema,Wanderley!Bjs,

    ResponderExcluir
  53. Garoto sorriso olha eu aqui,
    Ebaaa Sera que sem querer você escreveu minha vida?
    beijos no coração e na Alma,Evanir.
    http://aviagem1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. Wanderley seu blog é uma escola para mim querido!
    Beijos de boa noite!
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  55. Vim deixar beijos e agradecer pelo teu carinho lá no Rabiscos.
    Gosto muito de você meu querido.
    Ah, amei as fotos de vocês aí em BH, no final de semana.
    Você ficou DEZ!!
    Tenha uma deliciosa noite meu amigo.

    ResponderExcluir
  56. Wanderlen,
    O TCosta é de nacionalidade portuguesa? Porque lá é que eles costumam usar esse termo, rés-do-chão!
    A propósito, bora deixar o cigarro, não seja refém dele...rsrs...Brincadeira! Beijos!

    ResponderExcluir
  57. Wanderley,

    Lindo demais !

    E não se trata do apartamento , mas sim da angústia ,da solidão ,de quem o habita...


    Bjo e uma Noite de Paz.

    ResponderExcluir
  58. Brilhante!!Sentimentos que "as selvas de pedra" passaram a nos impor. Como dizia minha saudosa mãe, nada como saber quem é o vizinho do lado, bater um papo no portão... Ela viveu/morou a vida inteira em casa, odiava apt.

    Beijosss e boa noite!

    ResponderExcluir
  59. Belo poema. Não conhecia. Obrigada por me apresentá-lo.

    ResponderExcluir
  60. Quantas saudades estava daqui. Aliviada agora. :)

    Beejo,beejo Wanderley. Tenha uma bela quinta-feira.

    ResponderExcluir
  61. A solidão as vezes se torna necessária em outras não.

    mil beijos!

    ResponderExcluir
  62. não dá para ser feliz assim, a solidão e a tristeza só servem mesmo para fazer lindas poesias e sambas.
    bjosss

    ResponderExcluir
  63. Nooossa! chic, abstrato, etéreo! muito show! bjs!

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...