quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Meu mundo


Coisas que sei de mim,
só eu sei.
No mundo que criei
não tem fendas
não tem portas
não tem janelas.
Só eu entro
invento
reinvento.
No mundo que criei
sou vassalo e sou rei.

Wanderley Elian

39 comentários:

  1. un pensamiento magnifico!!!!
    un abrazo

    ResponderExcluir
  2. Muito legal Wand!
    É isso mesmo. Existem coisas sobre a gente que só a gente sabe, e que vai morrer junto com a gente...

    ResponderExcluir
  3. oi Wan,

    tem um lugar dentro de nós,
    que só nós conhecemos,
    e este é inviolável...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. BOM DIA AMADO AMIGO !
    HÚMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM
    IMAGINAS QUE NATUREZA PERFEITA TEMOS...UM CANTINHO DENTRO DE NÓS ,SÓ NOSSO...
    BEIJOS CARNAVALESCOS !!!!

    ResponderExcluir
  5. mas existe um príncipe
    a vida quis assim
    e lhe deu uma cópia das chaves deste seu reino
    este príncipe então
    deste mundo participa ...

    ResponderExcluir
  6. E ponto.O meu também é assim rs
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Nesse nosso pequeno grande mundo, podemos criar, recriar, refazer e desfazer, pois somos senhores da nossa imaginação e vontades.
    E são nessas asas invisíveis que nos damos o direito de ser santo ou devasso.
    bjks doces.

    ResponderExcluir
  8. Que bom sentirmos liberdade quando estamos a sós com a nossa alma.

    Gostei.
    Abraço
    cvb

    ResponderExcluir
  9. Que teu mundo seja de pura paz, lindo.
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  10. É bom termos um cantinho só nosso, onde nos saibamos encontrar.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Boa noite, querido amigo Wanderley.

    Se todos se conhecessem assim, seria tudo mais fácil.
    Um cantinho, que é um Universo.

    Muitas bênçãos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Somos muito a querer o que você quer.
    Mas uns pouco, estragam tudo!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  13. E eu adorei!
    Já estava com saudades de te ler, amigo!
    Gosto do jeito como te expressas com as palavras. Teu talento me encanta!
    Fico feliz com o teu retorno.
    Beijos, muitos beijos!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. No mundo que eu criei sou rei e puto porque vassalo não dá mais pra mim não!

    ResponderExcluir
  15. Ah!.. Que bom poder retornar aqui.
    Ler e rever sua leveza... Avassaladora! rs

    bjo Wander
    .
    LiZa

    ResponderExcluir
  16. Oi Vanderley querido


    E ao meu ver você criou um reino que governa lindamente.



    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  17. wANDERLEY,precisamos ter um mundo assim de sonhos e de um jeito só nosso!Muito linda sua poesia!bjs,

    ResponderExcluir
  18. Certamente meu querido amigo, és nada menos que Majestade magistral.
    Seu Mundo, um Mundo de exatidão em quesito sentido.

    Abraços e sempre muito obrigado pelo carinho!

    ResponderExcluir
  19. Ótimo. Como disse Hamilton:"Seu Mundo, um Mundo de exatidão em quesito sentido."

    ResponderExcluir
  20. E, ai de nós se não fôssemos capazes de criar e recriar mundos tão íntimos e particulares... talvez não sobreviveríamos...
    Belo poema...
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Excelente,Wanderley!!!
    Mundo interior, onde decidimos,nos moldamos,condenamos, desarrumamos, voltamos a arrumar...e alcançamos a harmonia interior.
    Amei seu conceito desse mundo.D++ Parabéns!
    Bom período de folia.:)
    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  22. Nosso mundo e nada mais.
    Assim é a vida na eterna construção.
    Uma abraço amigo.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  23. Meu querido amigo

    E nesse mundo que criamos, temos o prazer de só deixar entrar quem nós gostamos.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  24. Seu poema me remeteu diretamente ao inevitável fenômeno social da criação de guetos.
    Por mais que a gente veja uma certa campanha contra essa tendência (a Regina Casé, principalmente, talvez seja a representante mais famosa do Brasil a levantar a bandeira antigueto), as pessoas caminham cada vez mais pro mundo que elas criam pra elas mesmas. Onde elas não vão ser xingadas, não vão ser agredidas, não vão ser vítimas de preconceito, não vão encontrar ninguém querendo convertê-las a força às ideias dele...
    Enfim, é mesmo inevitável que a sociedade caminhe cada vez mais pra grupos fechados de pessoas que pensam e se comportam da mesma forma. Embora, é claro, a gente nunca possa (nem consiga) se excluir socialmente de outros grupos.
    Bom, desculpe se viajei muito, mas foi o que me veio à mente.

    ResponderExcluir
  25. é o tipo de poema que falamos: qm te conhece q te compre

    ResponderExcluir
  26. E nesse mundo nos encontramos e podemos ser quem realmente somos e do jeito que quisermos.
    Lindo!!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  27. Olá,Wanderley!!

    Uma belíssima inspiração!Adorei!
    Por mais que possamos compartilhar ideias, pensamentos,etc...no nosso mundo interior só nos sabemos...e temos o poder de inventar e reiventar tudo. E que bom que é assim,né?!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Olá, meu querido Wanderley.

    Que belo a sua poesia. Confesso, que amei.
    Mas, estou cá, para lhe desejar, um tempo maravilhoso de Carnaval. Muita Luz, e muita paz.
    Abraços, menino bom.

    ResponderExcluir
  29. Wandy, tudo bem?
    muito interessante teu poema, fiquei pensando também sobre o nosso tempo particular, aquele que tem as quatro estações, nem sempre bem definidas, mas por definir, e isso nos cabe.
    Beijos e ótimo carnaval!

    ResponderExcluir
  30. Bom dia meu amigo querido !
    Vim desejar um feliz feriadão ...
    Deixo bjs carnavalescos !!!!!!

    ResponderExcluir
  31. Muito bem e eu nunca tentarei a entrada. Imagem magnífica.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  32. º° ✿彡
    Olá, amigo!
    Você sonha com um mundo precioso, mas infelizmente existe o mundo real!...
    Temos que ter força e fé!
    Bom fim de semana.
    Beijinhos.
    ✿ °•.¸
    ¸.•°♡⊱彡

    ResponderExcluir
  33. Ah, meu querido, que poema maravilhoso: "No mundo que criei, sou vassalo e sou rei" E quando entramos nesse mundo que é nosso, só nosso...esquecemos o outro, feio, cheio de gente que não sabe amar...
    Parabéns, por dizeres tanto em poucas palavras.
    Mil beijos
    Graça

    ResponderExcluir
  34. Excelente Poema o seu caro Wanderley.
    Obrigado pela visita.
    G.J.

    ResponderExcluir
  35. Que maneira linda de abrir as portas de seu palácio! Bom vir/voltar aqui. Abraço, amigo Elian.

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...