sexta-feira, 25 de junho de 2010

Separação




Eu me separei do meu passado 
Eu me separei da primeira pessoa 
Eu parti partido e me reuni à parte.
Eu me separei do gran-finale 
Eu me separei do mundo caduco 
Separei a pessoa do personagem
Eu me separei do crochê da vingança 
Eu me separei de velhos inimigos 
Eu me divorciei da culpa
Rompi com os movimentos separatistas 
Minha cabeça resolveu me dar as costas 
Meu corpo pediu separação de corpos
Eu me separei da casa própria 
Eu me separei do nome próprio 
Eu me separei da própria idéia de separação

Augusto Massi

Wanderley Elian


33 comentários:

  1. E eu, fiquei aqui perdida nessa separação...amanha de dia venho ler melhor, acho que meus neurônios fundiram...o tico e o teco se misturaram...rsrs.

    Mas deixo beijos no teu ♥.

    Como amanhã (quero dizer hoje) não trabalho, voltarei mais acordada...rs.

    Até mais meu querido.

    ResponderExcluir
  2. Wanderley que lindo poema publicado por ti.
    Eu me separei de vlhos inimigos. Eu me separei da culpa. Livrando assim, nossa alma para percorrer lindos vales e montanhas com a brisa soprar em nossos rostos.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  3. Caro:Wanderley Elian

    Belo texto!
    Gostei!

    Parabéns pela escolha:

    Lhe desejo um Otimo Fim de Semana
    Chéio de Luz e Muita Pàz

    Forte Abraço

    Antònìo Manuel

    ResponderExcluir
  4. Essas separações são ótimas! O importante é não se separar de você mesmo.E vamos unindo as partes que nos construirão mais fortes e determinados para realizarmos nossos sonhos. Mont~]ao de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  5. "EU ME SEPAREI DA PRÓPRIA IDEIA DE SEPARAÇÃO" me fez lembrar daquela frase famosa:

    "É PROIBIDO PROIBIR"

    Adorei!!

    Um grande abraço, amigo Wanderley.

    ResponderExcluir
  6. São tantas separações que talvez no fim acabamos mais juntos e nem percebemos.
    Valeu pela visita no meu espaço e volte sempre!!
    See!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, amigo Wanderley.

    "EU ME SEPAREI DA PRÓPRIA IDEIA DE SEPARAÇÃO" me fez lembrar de uma frase famosa:

    "É PROIBIDO PROIBIR"

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Belo poema amigo... libertador...
    Beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  9. Toda separaçao é dor,,,é saudade,,,sonhos que se desfazem,,,abraços em verde e amarelo pra ti amigo,,,bom final de semana...bom jogo.

    ResponderExcluir
  10. Ainda bem que não se separou da poesia...Se não não teria nos presenteado com tanto talento.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  11. Adorei o new look ... super clean ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  12. Separou-se do que parecia não agregar.
    Uniu-se consigo mesmo...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Uma separação completa, absoluta, radical.
    Agora há que seguir em frente!
    Gostei do poema.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Oi meu querido, voltando a ler Separação, agora entendendo a necessidade que todos nós temos dessa separação, para crescermos e aprendermos a ser nós mesmos.

    Beijos com muito carinho no teu ♥

    ResponderExcluir
  15. las separaciones suelen ser muy dolorosas, pero a veces necesarias.
    Un placer pasar por tu casa Wanderley.
    Saludos

    ResponderExcluir
  16. Que legal isto...muito bom mesmo!
    Wanderley querido, bom final de semana!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. Separando-se talvez se encontre de fato
    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Separar...é terrível.
    Deixa sempre resquício de mágoa e frustração.
    Bj.

    ResponderExcluir
  19. É bom nós separarmos de tudo e todos que nós fazem mal...mas separar da 'própria idéia da separação', seria o ideal...
    Um bom fim de semana, separado ou acompanhado: (fisico e emocional)...Bj*

    ResponderExcluir
  20. Wanderley,muito dificil e sofrivel uma separação!O importante é separar-se do rancor tb!Linda essa poesia!Seu blog ficou bonito com as novas cores!Abraços,

    ResponderExcluir
  21. Wanderley
    Lindo o teu poema...
    deixo para ti...


    APENAS PALAVRAS



    As palavras ...
    Saltammm...
    Pulammm...
    Gritammm...
    Brincammm...


    Entrelaçam-se...
    E... fazem...
    A alegria ...
    De muita gente...
    Gente que nunca...
    Olhou palavras...
    Nunca as sentiu...
    E que nunca...
    As quis ver...


    Mas quando as olhou...
    Viu como brincavam
    Como dançavam...
    Como se entrelaçavam...
    E assim...
    Aprenderam a gostar...
    E a sentir...
    O verdadeiro valor...
    Das Palavras!...


    LILI LARANJO

    ResponderExcluir
  22. desprendimiento, pero apego a uno mismo. excelente versos.
    un abrazo

    ResponderExcluir
  23. Separar no seu texto parece sinónimo de libertar. Das amarras de si próprio...
    Beijo

    ResponderExcluir
  24. O apêgo nos traz algumas dificuldades. Wanderley vou te dizer uma coisa, esse cara viveu o mesmo que eu, e se ele não tivesse tido esta inspiraçao, eu a queria tê-la.
    Bj e boa noite, além de um otimo FDS

    ResponderExcluir
  25. Que bom que vc não se separou de nós seus amigos, um poema forte.

    Bom sabado amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  26. Querido Amigo Vanderley, toda a separação por menos dolorosa que seja, sempre deixa marcas, magóas. Onde morou o amor, não mora a amizade..Tenha um lindo final de semana...Beijocas

    ResponderExcluir
  27. Ainda bem que se separou da ideia da separação e, assim, não se separou de nada. Belo poema. Bela escolha.

    Abraços e um ótimo final de semana.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  28. "toda separação é traumática"
    Penso que estamos vivendo uma geração de pessoas solitárias e o que é pior, separadas de si mesmo. Aí é triste! existem pessoas "perdinhas",se julgam abandonadas, no entanto, elas próprias os
    abandonaram. Nunca sentiram um caso de amor por si mesmo.

    Um final de semana acompanhado pra você.

    ResponderExcluir
  29. Eu me separei de inimigos que moravam em mim!!!

    Abração!!!!!!

    ResponderExcluir
  30. Muito profundo este poema! As vezes é preciso separar para juntar os pedaços certos depois. Bjs!

    ResponderExcluir
  31. Wanderley,

    As vezes precisamos mesmo nos Separar de tudo..recomeçar...renovar...ou pelo menos tentar!

    Ótima postagem!Parabéns!!

    Grande beijo meu querido!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  32. Meu amigo, então deste um grande passo na evolução... né, não? Abraços!

    ResponderExcluir
  33. São poemas assim que nos SE-PA-RA do convencional,que impulsiona a pensar...

    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...