segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A fábula da águia e da galinha



"Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro, a fim de mantê-lo cativo em casa. Conseguiu pegar um filhote de águia.
Colocou-o no galinheiro junto às galinhas. Cresceu como uma galinha.
Depois de cinco anos, esse homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista.
Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista:
- Esse pássaro aí não é uma galinha. É uma águia.
- De fato, disse o homem.- É uma águia. Mas eu a criei como galinha. Ela não é mais águia. É uma galinha como as outras.
- Não, retrucou o naturalista.- Ela é e será sempre uma águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.
- Não, insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia.
Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e, desafiando-a, disse:
- Já que você de fato é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe!
A águia ficou sentada sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.
O camponês comentou:
- Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!
- Não, tornou a insistir o naturalista. - Ela é uma águia. E uma águia sempre será uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã.
No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto da casa.
Sussurrou-lhe:
- Águia, já que você é uma águia, abra suas asas e voe!
Mas, quando a águia viu lá embaixo as galinhas ciscando o chão, pulou e foi parar junto delas.
O camponês sorriu e voltou a carga:
- Eu havia lhe dito, ela virou galinha!
- Não, respondeu firmemente o naturalista. - Ela é águia e possui sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar.
No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para o alto de uma montanha. O sol estava nascendo e
dourava os picos das montanhas.
O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:
- Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra suas asas e voe!
A águia olhou ao redor. Tremia, como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então, o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, de sorte que seus olhos pudessem se encher de claridade e ganhar as dimensões do vasto horizonte.
Foi quando ela abriu suas potentes asas.
Ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto e voar cada vez mais para o alto.
Voou. E nunca mais retornou."
"Existem pessoas que nos fazem pensar como galinhas. E ainda até pensamos que somos efetivamente galinhas. Porém é preciso ser águia. Abrir as asas e voar. Voar como as águias. E jamais se contentar com os grãos que jogam aos pés para ciscar.”

Extraido de artigo publicado na Folha de São Paulo, por Leonardo Boff.


Wanderley Elian


21 comentários:

  1. Nessa vida voce até pode mudar algumas maneiras de viver, mas jamais mudará os instintos...abraços amigo e uma semana em paz...

    ResponderExcluir
  2. Sim é vero ... tem as águias e as galinhas ... eu definitivamente abro mão de meus vôos de águia ... sempre alçando vôos cada vez mais distantes ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. È exatamente assim que acontece..
    o que somos esta dentro de nós ..é bom ter uma ajuda muitas vezes para se descobrir..mas td depende de nós e de não deixar que façam a gente se sentir menos do que somos..
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Everson não importa as circunstâncias, a nossa essência continuará a mesma.
    Abração

    ResponderExcluir
  5. Oi OLavo, obrigado pela visita e comentário.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Valeu Marcelo, bom que você gostou.
    Abração

    ResponderExcluir
  7. Deixemos de pensar como galinhas para voarmos alto mas um pouco de cada vez, para a queda não ser desastrosa.Depois de sabermos voar e ir sempre em frente. Bjo.

    ResponderExcluir
  8. Essencia não se muda

    Abraço garoto este texto nos traz grandes ensinamentos.

    Luciano

    ResponderExcluir
  9. Adoreiii esta história.
    Às vezes precisamos ser impulsionados várias vezes para então termos coragem para alçar novos voos.
    Daí vem a importância de sempre incentivamos nosso próximo também.
    Talvez ele esteja precisando deste empurrãozinho.

    ResponderExcluir
  10. OI Kota concordo com você, tudo tem que ser na medida certa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. É mesmo Luciano, podemos passar por várias situações mas, seremos sempre os mesmos.
    Abração

    ResponderExcluir
  12. Wanderley, parabéns pela escolha do texto, realmente as vezes precisamos estar na ponta do penhasco para reagir.
    Abs

    ResponderExcluir
  13. Oi Kika, obrigado pela visita e seu comentário tão pertinente.
    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Belo texto amigo !
    É como diz o ditado: Vê mais Longe, quem voa mais alto...
    Precisamos apenas de coragem para voar alto. e pé no chão para suportarmos as consequências...
    bjos

    ResponderExcluir
  15. AS vezes a situação nos torna fortes e corajosos.
    Abração

    ResponderExcluir
  16. Oi minha amiga Chiara, qto tempo. Obrigao pela visita e pelo comentários.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. essa fábula é muitoo legaal...

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...