quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Convite triste


Meu amigo, vamos sofrer, 
vamos beber, vamos ler jornal, 
vamos dizer que a vida é ruim, 
meu amigo, vamos sofrer. 

Vamos fazer um poema 
ou qualquer outra besteira. 
Fitar por exemplo uma estrela 
por muito tempo, muito tempo 
e dar um suspiro fundo 
ou qualquer outra besteira. 

Vamos beber uísque, vamos 
beber cerveja preta e barata, 
beber, gritar e morrer, 
ou, quem sabe? beber apenas. 

Vamos xingar a mulher, 
que está envenenando a vida 
com seus olhos e suas mãos 
e o corpo que tem dois seios 
e tem um embigo também. 
Meu amigo, vamos xingar 
o corpo e tudo que é dele 
e que nunca será alma. 

Meu amigo, vamos cantar, 
vamos chorar de mansinho 
e ouvir muita vitrola, 
depois embriagados vamos 
beber mais outros sequestros 
(o olhar obsceno e a mão idiota) 
depois vomitar e cair 
e dormir.

Calor Drummond de Andrade

Wanderley Elian

17 comentários:

  1. Um poema onde se canta a loucura do bêbado.
    Homem sem regra, sem vontade de ser verdadeiro
    A nossa juventude está a enveredar nestes becos
    Depois sem saídas ,sem valores nem moral
    Apenas chafurdam em campo de atoleiro

    ResponderExcluir
  2. Puxa, bota convite triste nisso! Só faltou convidar pra ver o horário político,rs abração,chica

    ResponderExcluir
  3. oi Wan,

    é retrato de uma realidade muito triste realmente...
    não conhecia...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, ah... sou apaixonada por essas pérolas , essas ironias Drummondianas.
    O must esse poema, uma apologia à insignificância da vida. Show!!!
    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  5. Essa poesia é a cara do brasileiro...eu adorei e não me lembro de ter lido antes. bjs,

    ResponderExcluir
  6. Bacana o poema, eu não conhecia.
    Há momentos que necessitamos destas alternativas de escape.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Esses, pelo menos, somente a eles perturbam. Grande Drummond!

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  8. UN POEMA NO CONVENCIONAL, PERO ESO NO LA HACE MENOS INTERESANTE. EXCELENTE.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  9. Que arraso essa poesia de Drummond, não conhecia.
    Li e reli.
    Beijos de linda noite pra você meu querido amigo.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Elian, como vai você?
    Grande Drummond, maravilhosos!
    Grande abraço, revendo antigos amigos, vi você num amigo em comum.

    ResponderExcluir
  11. o negócio é não ficar parado né?

    ResponderExcluir
  12. Grande amigo,,, Drummond sentimiento a flor da pele mesmo,,,,

    Abracos
    Saludos
    lindo final de semana

    Belo seu blog como sempre amigo

    ResponderExcluir
  13. Olá, Wanderley

    Em Sampa, tempo de sol e vento, tudo junto e misturado. Estamos na Primavera. Dias claros, mais curtos. Ainda, assim, venho te desejar um bom tempo de Paz e Alegria. Até porque, todo mundo quer um dia de sábado, para zoar. Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Ei voltou? E nem falou nada pros amigos?
    Tô de mal!!!!!

    Esse poema é muito bom... Mas também, olha quem escreveu...

    Um abraço Wand!

    ResponderExcluir
  15. Grande amigo feliz final de semana
    abraços .grandes..Evanir.

    ResponderExcluir
  16. ·..✿✿。°
    Só Drummond mesmo!!!!
    Que bom que você voltou!
    Bom domingo!

    Boa semana!
    Beijinhos.·..✿彡
    °。✿⊱。。

    ResponderExcluir
  17. Caraca! Gostei....

    Fazia tempo que não passava por aqui hein?! Beijos!

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...