quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A única certeza




Cantarei a
flor do deserto
por sua coragem,
a paciência 
dos monges
por sua espera,
a valentia 
das mães
por seu desprendimento.
Cantarei também
a vida por suas
dúvidas,
e a morte por
sua certeza.

Wanderley Elian

57 comentários:

  1. Bom dia, Wanderley. Acabo de comentar um poema sobre a morte - muito lindo - na página de Marco Rocca. Deixo aqui o mesmo comentário que deixei por lá, pois acho-o adequado: a morte é como uma flor que trazemos no coração desde que nascemos, e não precisamos temer quando ela desabrocha. O importante, é cantarmos tudo o que passar por nós na vida, como você diz neste lindo poema. Assim, a vida terá sido uma sinfonia. Tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. A certeza da morte, é infalível! Mas enquanto ela não vem, devemos mesmo cantar a alegria de estarmos vivos!

    Um abraço amigo!

    ResponderExcluir
  3. Cantar a vida antes que ela,a D. MOrte, chegue,rs


    abração,chica

    ResponderExcluir
  4. oi Wan,

    aproveitar cada compasso dessa música,
    antes que chegue o Grand Finale na sinfonia da vida...
    Bravo!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. A flor corajosa invade nossas sensações, fazendo da morte apenas uma mutação! abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá Wander,bom dia!

    Que venha a vida e que enquanto vivida possamos ser leves nos momentos felizes e fortes nos momentos difíceis e que possamos ouvir e aprender cada nota dessa melodia que se chama Vida!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que lindo... fortaleza e delicadeza em um único trecho.

    Bêjo!!!

    ResponderExcluir
  8. Quantas belas definições!
    Tenha um excelente dia!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ser amigável com o óbvio nos torna mais sábios para contornar as dificuldades
    beijo!

    ResponderExcluir
  10. gostei disto:

    Cantarei também
    a vida por suas
    dúvidas,
    e a morte por
    sua certeza.

    ResponderExcluir
  11. E às vezes nem a morte me é certeira. Creio numa eternidade, num tempo que não se fixa...
    Um abraço, meu amigo!

    ResponderExcluir
  12. lá!Boa tarde
    Wan
    sim, cantar todos os nossos sentimentos e sensações enquanto vivemos, pois com certeza, tudo, de alguma forma, tem começo,meio e fim.
    Obrigado pelo carinho
    Belo dia
    Abração

    ResponderExcluir
  13. Meu querido amigo prof Elian, dulcíssimo poeta, tu és minha flor no deserto, por isso não me sinto só. Tua sensibilidade me espanta e surpreende, que belo poema, que conjunção de palavras e sentidos e beleza...paciência, espera e valentia, então, cantemos agora em vida, porque a morte já sabemos. Obrigado meu especial amigo,por compartilhar esta nobre mensagem, nos convidando para viver, com todas as dúvidas, mas vivendo. E obrigado pelo carinho de sempre.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.
    ps

    ResponderExcluir
  14. Escolheu bem o que merece ser cantado. Não há existir pleno de certezas, salvo a de que ele é finito. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. E seu canto é o canto que ensaio em cada manhã e sei que assim procedendo, torno mais leve a travessia.
    Perfeito Wan.
    Um abração mineiro amigo.

    ResponderExcluir
  16. Olá!!!, Deus te abençoe, amigo amei o seu canto, o seu blog é maravilhoso continue assim, S-U-C-E-S-S-O
    Já estou te seguindo, aguardo a retribuição.
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Fanpage: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?ref=ts&fref=ts
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. E a morte é a unica certeza mesmo que acontecerá. Mais antes vamos comemorar a VIDA em sua plenitude!
    Abraço

    ResponderExcluir
  18. Os sábios nunca temem cantar a morte e, pela certeza, dão muito mais valor a vida.

    Belíssimo Wanderley.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Caro, Wanderley. Uma das coisas mais belas que já li. Parabéns!!! Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Belo poema.
    Fico a pensar sobre essas dúvidas e incertezas da vida que temem a única certeza que existe: a morte.


    Abraço

    Ana Virgínia
    filhadejose.blogspot.com
    https://www.facebook.com/pages/Filha-de-José

    ResponderExcluir
  21. Gracias por la vista, yo me llevo tu enlace si no te incomoda, abrazos miles.
    Buen fin de semana!

    ResponderExcluir
  22. Coisas boas pra se cantar, e a única certeza pra se exaltar[infelizmente...]
    bjkas doces e um fim de semana maravilhoso.

    ResponderExcluir

  23. Olá Wanderley,

    De fato, a única certeza de que temos nesta vida é a de seu término.
    Cantemos, pois, a vida, enquanto ela acontece.
    Lindo poema. Adorei esta sua inspiração.

    Excelente final de semana.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Bastante profundo amigo. Inspirou-me a escrever a baboseira abaixo:

    "A flor corajosa, pacientemente espera para ver a valentia da mãe, que vive e tem dúvidas quanto ao dia da sua morte, que chegará com certeza." Rsrs.

    Abraços e um ótimo final de semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  25. Wandy, tudo bem?
    Expressar-se frente aos sentimentos e as situações da vida não representa mais nada do que vivê-las de uma forma verdadeira, afinal, não somos vegetais e temos sentidos e sentimentos.
    Se a morte é a única certeza, confesso, quero ficar nas interrogações por muito mais tempo ainda :)
    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  26. Oi Wanderley
    Me arrepiei agora! Com certeza a única certeza dessa vida é a morte, mas vc tratou desse assunto com tanta leveza, que nem ficou pesado. Adorei!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  27. Olá!Boa noite
    Wan
    agradeço pelo carinho de sempre
    ...obrigado
    Belo final de semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  28. Temos q sempre gozar a vida em varios momentos

    ResponderExcluir
  29. Enquanto não chega o dia, o jeito é cantar e ser feliz.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  30. Belo canto!Tb canto com vc!Bjs e bom fim de semana,

    ResponderExcluir
  31. Boa tarde Wanderley.A morte é a única certeza da vida!
    Lindíssimo poema.
    obrigada por sua visita,um ótimo fim de semana.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  32. É sem dúvida amigo, um belíssimo canto. Adorei.
    Desejo que se encontre bem.
    Bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  33. A flor do deserto sabe se adaptar ao ambiente para sobreviver.
    Lembrei do filme " Flor do Deserto". Vc assistiu?
    Intenso e lindo seu canto.

    Bjuxxx e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  34. Arrepiei ao ler-te hj
    Feliz domingo
    Beijo

    ResponderExcluir
  35. Cantar a morte porque ela é certeira... Triste e real.

    ResponderExcluir
  36. Oi, Elian!

    Que lindo esse seu cantar, em forma de poetar.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  37. Olá!Boa noite
    Wan
    agradeço pelo carinho de sempre
    ...obrigado
    Bela semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  38. Wanderlei passado para desejar-te uma semana mais branda, desse doce setembro.
    Bjkas doces

    ResponderExcluir
  39. BELA NOITE AMIGO QUERIDO !
    HOJE AO ABRIR MEU BLOG FUI SURPREENDIDA COM SUA VISITA E COMENTÁRIO.E RETROCEDI NO TEMPO.LEMBRA-SE QUE UM DIA EU COBREI TUA PRESENÇA NELE?
    VALEU MUITO A PENA.POIS ERA DE PESSOAS HONESTAS E QUERIDAS QUE ESTAVA ATRÁS.
    HOJE VALEU,ABRI E LER TODOS QUE POR LÁ PASSARAM.VOCÊ FOI UM DELES
    AGRADEÇO O CARINHO DEIXADO LÁ.NEM TEM PREÇO,SABIAS ?
    DEPOIS VOLTAREI PARA COMENTAR TEUS BELOS POSTS.HOJE É MARCANDO PRESENÇA,RSRSRSRSRSR
    BEIJO GRANDE DE DIA DE DOMINGO

    ResponderExcluir
  40. Oi amigo Passando para te deixar um forte abraço e te desejar uma ótima noite.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  41. O Wan, q saudade daqui menino. Vc tá bem?
    Lindos versod, fortes e verdadeiros.
    Essa semana posto a segunda parte rd.
    Bjo

    ResponderExcluir
  42. Ola querido amigo,a poesia e linda,mas sinceramente não gosto de cantar á morte.Beijo.SU

    ResponderExcluir
  43. Querido amigo, absolutamente lindo e verdadeiro. Beijokas

    ResponderExcluir
  44. Olá!!!, Deus te abençoe, amigo bela poesia amei, o seu blog é maravilhoso continue assim, S-U-C-E-S-S-O
    Já estou te seguindo, aguardo a retribuição.
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Fanpage: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?ref=ts&fref=ts
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  45. Ei Wanderley ! Depois de muito tempo sem escrever reativei o Absinto. Aí começo a retomar os blogs queridos e chego aqui e me deparo com este belo poema. Muito bom te rever.

    ResponderExcluir
  46. Cante assim até a eternidade.....
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  47. Olá Wanderley!
    Início, meio e fim... tudo funciona assim.
    Beijos,
    Lis

    ResponderExcluir
  48. Wanderley! Você é um belo poeta com P maiúsculo! Isso é absurdamente real e lindo! Abraço

    ResponderExcluir
  49. Oi Wanderley! Passando para te desejar uma boa noite e te deixar um abração.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  50. Vim ver se você já tinha voltado. Espero que esteja bem.

    ResponderExcluir
  51. As reminiscências que o eu-lírico passa nesse poema é surpreendente, visto que traz lembranças simples que nos remete ao nosso próprio ato de viver. Lindo poema! Quando der, passe em Lectando-me.

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...