quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O martelo


As rodas rangem na curva dos trilhos
Inexoravelmente.
Mas eu salvei do meu naufrágio
os elementos mais cotidianos.
O meu quarto resume o passado em 
todas as casas que habitei.
dentro da noite
No cerne da cidade
me sinto protegido.
Do jardim do convento
vem o pio da coruja.
Doce como um arrulho de pomba.
Sei que amanhã quando acordar
ouvirei o martelo do ferreiro
bater corajoso o seu cântico de certeza.

Manuel Bandeira

Wanderley Elian

45 comentários:

  1. Querido amigo, Manuel Bandeira é sempre maravilhoso. Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, querido!
    Parabéns pela escolha!
    Beijinhos, muitos!

    ResponderExcluir
  3. Depois de Manuel Bandeira ,dizer mais nada Wanderley
    o mestre da literatura

    abraços de boa noite

    ResponderExcluir
  4. Lovely butterfly....well done Wanderley.

    greetings, Joop

    ResponderExcluir
  5. Sei que amanhã quando acordar
    ouvirei o martelo do ferreiro
    bater corajoso o seu cântico de certeza

    E todas as manhãs quando acordamos e ouvimos o bater das horas, somos felizes porque salvamos as nossas coisas e as nossas memórias.

    ResponderExcluir
  6. Trazer Bandeira é saber escolher bem !abraços,chica

    ResponderExcluir
  7. São os nossos salvamentos diários.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Q LINDA POESIA, O NAUFRÁGIO VEM E VAI, MAS O PRINCIPAL Q SEMPRE APRENDEMOS COM ELE!
    ADOREI COMO SEMPRE SUA SUAVE E BELA VISITINHA AO MANUPINK!BJOKITAS!(VC TEM IDO NO MEU BLOG DE POESIAS O WWW.POESIASPINK.BLOGSPOT.COM)?VAI GOSTAR!

    ResponderExcluir
  9. eu sempre gosto de vir aqui qdo meu dia ta terminando...
    pra pegar essa beleza q vc posta aqui, a arte bonita...e assim da um sentido melhor no meu dia, sinto que valeu a pena.

    lindo post, Elian...nem preciso falar isso ne, eh algo natural!
    bom dia

    ResponderExcluir
  10. Não me mudei tanto assim, mas hoje em dia tenho muita vontade de viajar, e montar esses mosaicos. Mantendo aquilo de melhor.

    Beijos Wander!

    ResponderExcluir
  11. Oláá...q lindooo!!!!!!
    Não poderia deixar de comentar :)
    "O meu quarto resume o passado em
    todas as casas que habitei."
    E isso me remete a uma verdade...
    Um grande beijooo, seu blog est cada vz + lindo.

    ResponderExcluir
  12. muito obrigado, Manuel Bandeira,


    abraço

    ResponderExcluir
  13. Ah, meu querido Wanderley
    Manuel Bandeira:
    Era tudo
    Que eu queria
    [E precisava]
    Para preencher
    Uma lacuna
    Nesta linda
    Manhã
    De quinta-feira!
    Abraço apertado
    PS-Vou promover este modesto comentário a poema e vou publicá-lo no meu blog...rs...
    Não posso desperdiçar matéria-prima!
    Outro abraço, amigo

    ResponderExcluir
  14. Amanha. Martelo. Passado. Borboleta.
    Se está em metamorfose meu amigo, boa sorte
    Fico na torcida pra que guarde tuas qualidades. Que tal comçar a malhar?! rsrs. Obrigada por me visitar... Abraços!!!!!!!


    :D

    ResponderExcluir
  15. Como é bom ler um poema e ficar assim, olhando para o ar degustando os sentidos das palavras bem postas. E que bela essa borboleta, não?

    abraços

    ResponderExcluir
  16. esta noite ouvi ao longe o canto da cotovia e pensei ... amanhã será um novo dia ... q amanheça logo para eu poder sentir a bigorna martelando ... adoooooooooro ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  17. Suas escolhas de expressoes são perfeitas!
    Adorei!

    beejo!

    ResponderExcluir
  18. Bela forma de poetar, mparabéns poeta amigo

    ResponderExcluir
  19. Belissimo meu amigo...uma otima quinta feira pra ti...pode arriar a bandeira,,,acabou o sonho...o timinho feio esse nosso...abraços...

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pela escolha querido!
    Beijos meus!
    Lady

    ResponderExcluir
  21. Adorei a imagem desse post tanto quanto amo Manuel Bandeira

    Beijão

    ResponderExcluir
  22. Oi Wanderley...
    Não conhecia este poema...lindo!
    Obrigada querido.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Lindo, menino Wanderley.Manuel Bandeira é motivo de muito orgulho para os brasileiros.O martelo é uma simbologia e tanto. Bandeira já sabia disso.:)

    Um beijo, amigo.

    ResponderExcluir
  24. Basta amanhecer para encher meu coração de esperança. Beijos querido.

    ResponderExcluir
  25. Que poema maravilhoso do Bandeira. O martelo representa isso mesmo, a persistência, resignação. Um abraço

    ResponderExcluir
  26. OLá Wanderley,

    Já estava sentindo sua falta!
    Passei para deixar um abraço.

    Lu

    ResponderExcluir
  27. Wanderley,


    Linda poesia de Bandeira ...
    Sem comentários , é só saborear.
    Imagem linda também.


    BjO.

    ResponderExcluir
  28. Wanderley,


    Linda poesia de Bandeira.
    Sem comentários , é só saborear.
    Bela imagem também.


    BjO.

    ResponderExcluir
  29. muito bom tbm, Bandeira é show
    !

    abração meu amigo!! :D

    ResponderExcluir
  30. Até para quem não é poeta, esse poema alimenta e faz refletir cada palavra.
    Ave Bandeira.
    Abraço

    ResponderExcluir
  31. Hola amigo, bonita mariposa¡¡¡

    ResponderExcluir
  32. Wanderley, só agora é que pude vir e agradecer tua visita.
    Também senti tua falta, deixo um abraço fraternal, bjs em teu coração.

    ResponderExcluir
  33. Bandeira é demais...
    E a foto então? Muito bom..
    O martelo é a certeza em meio a dúvida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Faço minhas as palavras do Alexandre.
    Beijosssssssssssssss Wander

    ResponderExcluir
  35. a vida é reconstrução. bjs querido

    ResponderExcluir
  36. Meu quarto-escritório me faz feliz.... Hehehehehehehehe

    Abração...

    ResponderExcluir
  37. Que poesia... Linda!
    Do hoje de alguém, tbm lindo!
    Adorei!

    Boa Noite,
    Beijo

    ResponderExcluir
  38. Wander, meu queridooooooo!

    Bandeira, é um dos meu favoritos!!!

    Amoooooooooo!


    Sempre me sinto em casa, qdo venho aqui.
    Você é uma das pessoas mais queridas que conheci aqui.

    Beijooooo

    ResponderExcluir
  39. Amei a imagem da borboleta com olhinhos de coruja.
    Manuel Bandeira nada mais precisa ser dito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Olá amigo! Foste muito feliz quando na escolha. Grande Manuel Bandeira, conterrâneo lá de Recife e grande expoente da cultura Brasileira.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  41. "[...] No cerne da cidade
    me sinto protegido".

    Sublime! Manuel Bandeira

    "...a cidade é um labirinto, muitas ruas, becos, curvas...mais em um cantinho, um lugar, o meu lugar, lá me sinto bem"


    Abraços!

    ResponderExcluir
  42. Prezado Wanderley,
    Como disseram Sá & Guarabira numa bela canção:
    "meu lar é onde estão meus sapatos".
    Gde abç, ótima semana!
    Adh

    ResponderExcluir
  43. Wanderley Elian Lima disse...

    Já sei mais uma coisa sobre você: não és tímido rsrsrs Abração


    Na verdade eu fui uma criança MUITO tímida, não sei se existe Ex-tímido, mas hoje eu sou muito comunicativo e articulado.

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...