segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Débil estratégia




Ela recebia flores e

cartões toda

semana.

O marido matou-a,

mesmo sabendo que

era ela que fazia as

encomendas na floricultura.

Preferiu matá-la, a

saber que alguém a

achava importante,mesmo que fosse ela

mesma.

Ana Mello

Wanderley Elian

89 comentários:

  1. Que forte versos meu amigo... mais a vida mesma se ve esas situacoes...

    saludos meu amigo

    otima semana
    abracos
    mimha amizade por sempre...

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que trágico Wanderley, infelizmente vê-se todo dia relações onde impera a posse.

    Beeejo,beeejo, boa semana pra você. :)

    ResponderExcluir
  3. e ela preferiu morrer a viver com um traste desses
    affff

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Um poema tão pequeno mas com uma mensagem intensa...Adorei!

    ResponderExcluir
  5. Hallo Wanderley

    Dat is prachtig mooi, ik ben erg gecharmeerd van uw poezie en fotowerk.

    Met google transtation kom ik een heel eind om uw mooie werk te begrijpen.

    Groeten en een fijne dag gewenst, Joop

    ResponderExcluir
  6. A possessividade não dá margens a diálogo,apenas ao passional. Fortíssimo,mas, é um alerta. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  7. Intensos, profundos e lindos versos!Que coisa!!! Triste!Será que há pessoas assim? abraços,chica

    ResponderExcluir
  8. Não sei se essa foi a intenção, mas me lembrou muito estes casos de marido que bate em mulher, bastante profundo.

    ResponderExcluir
  9. Que pena ñ ser só ficção!
    Há casos assim...
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  10. ... e quantos tantos matam-se um ao outro, emocionalmente, por não suportar ver o próprio fracasso refletido no espelho de um relacionamento quebrado...

    Há mais homicídios do que admitimos enxergar.

    ResponderExcluir
  11. Nossa...e é...
    Bom diaaaaaaaaaa!!!
    BeijosssSSSSS

    ResponderExcluir
  12. Um belo TRASTE esse homem.

    Trágico meu amigo!

    Um beijo Wander!!!

    ResponderExcluir
  13. Huau!!
    Ainda bem que ela se amava ...

    bjs

    ResponderExcluir
  14. oi Wan, tô com saudades de vc...

    Que triste este poema, "até que ponto pode chegar o ser humano", humano? talvez essa máxima não sirva para todo mundo.

    bjks

    ResponderExcluir
  15. Nossa, forte, pesado o poema,,,deveria matar a ele,,,o monstro....abraços de boa semana pra ti amigo...

    ResponderExcluir
  16. Cruel!!! não encontrei outra palavra!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Trágico mesmo... e fico pensando quante gente quer mesmo nos matar quando estamos bem, quando somos admirados... enfim... boa semana pra vc!

    ResponderExcluir
  18. Nossa Wanderley,que forte isso.
    Mas o pior, é que tem gente assim mesmo.

    Vamos abrir o nosso olho de mineiro...bom...pelo menos um deles, o outro pode ficar fechado mesmo rsrs..

    boa semanaaaaaa prs vc beijos

    ResponderExcluir
  19. A posse é o sentimento mais mesquinho de todos. Até que ponto chegamos...

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  20. Psicicopata filho da puta!
    É isso que um sujeito desse é.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Que maneira estranha de fazer siume ao marido. Beijos Amelia

    ResponderExcluir
  22. Fico feliz por ter livrado-se dele... ainda que seja nessa vida!
    A natureza humana é complexa demais!
    Bjs, meu querido... tenha uma linda semana!

    ResponderExcluir
  23. Coitadinha da "loser" (Deus que a tenha) deve estar no céu. Enquanto o monstro... deve ir para o inferno, se ainda não foi.

    Wanderley, lembrei do livro de Camus, "O Estrangeiro". Não sei se você já leu. Vai aí uma dica.

    Beijossss

    ResponderExcluir
  24. Hola, hermosa flor.. y tambien muy bellas letras.. me gusto..
    Saludos..

    ResponderExcluir
  25. Olá meu amigo poeta Wanderley Elian, as tragédias são sempre ponto lamentável para reflexão...e que contribuam para melhorar os seres...

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  26. Wanderley,

    Muito significativo esse texto...ele representa como os relacionamentos andam se desgastando e em alguns casos, a falta do amor próprio pode ocasionar tragédias...se voce não se ama e respeita, o outro jamais o fará por voce!

    Grande beijo e boa semana!!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  27. Caio Fernando Abreu tem um conto no qual o personagem escreve cartas pra ele mesmo, até se matar, lembrei-me dele ao ler seu texto...
    Uma boa semana! Bjs*

    ResponderExcluir
  28. Talvez porque achar-se importante, pode assustar o outro mais do que qualquer coisa!!!!

    ResponderExcluir
  29. Ao ver seu acto
    e senti-la morta
    encomendou flores
    deu o nº de sua porta
    de seguida
    antes que alguèm chegar
    retirou-se
    da vida
    (era aquela a forma de ele a amar)

    ResponderExcluir
  30. Eu preferia a morte, a conviver com ele!
    Se a atitude por causa de flores foi essa, imagine outros acontecimentos do dia a dia...
    E como essas coisas acontecem... Não é só na ficção não. Infelizemente!
    Um beijo,

    ResponderExcluir
  31. Olá!!estou aqui em seu blog ..
    Vim do blog do amado Everson ..
    E na verdade nunca vi tanta beleza
    suas postagens são bélissimas .
    O Everson é meu anjo menino
    recomendou seus amigos para mim.
    Estou seguindo seu blog e convido a seguir o meu.
    Hoje é um blog Natalino mais em janeiro volta ao normal.
    www.fonte-amor.zip.net
    Um beijo carinhoso conto c/ sua amizade
    pois a minha vc ja tem,Evanir
    www.fonte-amor.zip.net

    Querido o mesmo ocorrido com o Everson ..foi comigo na noite de Domingo 2 blogs foram viajar para o espaço.
    Mais graças sempre a boas amizades esta tudo no ar.

    ResponderExcluir
  32. Nossa que triste e que absursdo isto, algo Rodrigueano mesmo...rs
    Linda semana. Abraços.

    ResponderExcluir
  33. Forte, triste, trágico...verdadeiro!
    bjo

    ResponderExcluir
  34. Seria romântico se nao fosse trágico!
    perfeita junçao -marido psicopata e mulher desiquilibrada .
    só podemos lamentar.
    abraços W

    ResponderExcluir
  35. Deprimente !!!



    Bjo e uma Noite de Paz.

    ResponderExcluir
  36. Gostei mas é muito triste. Se calhar fartou-se de fazer cartões para os outros e resolveu fazê-los para ela mesma, já que não tinha quem lhos enviasse... beijos com carinho

    ResponderExcluir
  37. Adorei, é triste d + ;

    Passei pra te desejar uma ótima semana.
    To na maior correria, quase sem tempo pra postar no blog .
    Mas não poderia deixar de passar por aqui.
    bjsss

    ResponderExcluir
  38. Nossaaaa, que forte!!!
    E pensar que muitas mulheres são covardemente mortas e muitas vezes recebem flores do próprio assassino.

    Beijo, querido amigo!!!

    ResponderExcluir
  39. Triste...o que as pessoas não fazem por atenção?
    Beijos

    ResponderExcluir
  40. oi
    Vi que vc adora jogar baralho
    Achou aqui uma boa parceira
    Vc joga no jogatina?
    Irei te seguir ok
    bjs

    ResponderExcluir
  41. um farto exemplo de egoísmo, dá até medo de ser casada com um traste destes rss

    Meu amigoo andou sumidooo :)

    beijos querido!

    ResponderExcluir
  42. Lindo e trágico, não conhecia. Boa noite. Bjs

    ResponderExcluir
  43. Altíssimo preço que a pobre pagou, por querer parecer ser mais do que realmente era.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  44. coitado dele... Não é nem um pouco importante para si mesmo...
    bjux!

    ResponderExcluir
  45. mto trágico, mas nada falso. já vi casos que o marido vai matando a mulher...bem devagar, mata-a por dentro!
    abraços e boa semana

    ResponderExcluir
  46. Narealidade ela já estava morta a muito tempo, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  47. Amigo...
    Uma barbaridade escrita em forma de poesia.
    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  48. Uma belissima terça feira pra ti amig,,,to adorando nossa BH em aguas...rs..rs..bom demais...abraços

    ResponderExcluir
  49. Bom dia Wanderley.

    Muito obrigada pelo carinhoso comentário, o barquinho volta para o porto e aí acaba a magia...
    Este post é real, difícil de entender mas factual mesmo de pareça surreal, crimes passionais podem matar com uma bala ou destruir aos poucos a famosa guerra psicológica.

    Beijo sempre bom vir aqui.

    ResponderExcluir
  50. Bom dia Wanderley! pois não é que existem de verdade maridos como estes. o fim da picada. Gostei muito do que escreveu. Podia até virar uma peça de teatro.
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  51. olá Wan!
    vim lhe retribuir demasiada atenção.
    quanto ao poema, bem, me pergunto sobre os motivos que a levaram a se mandar flores e cartões. isso me remete uma situação de amenização, meio covarde eu diria, entretanto eu não diria.
    enfim,deixo-lhe meus agradecimentos.

    abraços!

    ResponderExcluir
  52. e é isso que é a grande e maravilhosa poesia


    amei meu caro

    Ana é uma doce poeta

    ResponderExcluir
  53. Poesia forte! INTERESSANTE...

    Obrigado pela visita querido!

    bjoxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  54. Lindo, mas pena que tão real!
    Adorei o blog!
    Bj

    ResponderExcluir
  55. Super egocêntrico esse marido, no egoísmo procuramos motivos para sermos admirados, até por nós mesmos. É triste viver sem ser notado.
    Abração

    ResponderExcluir
  56. Isso é não saber amar, muito triste.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  57. Conheço várias pessoas que a matariam também... triste.

    Gostei do seu blog, vim parar aqui por acaso, enquanto visitava a blogosfera. Voltarei mais vezes! =)

    ResponderExcluir
  58. Escolhas... a vida é feita de escolhas e parece que ela mesma não se amava o suficiente já que escolheu um "homem" que não lhe dava nenhum valor.
    Infelizmente, essas coisas acontecem muito mais do que imaginamos.
    Eu gostei. É o retrato de uma realidade triste,
    mas insistentemente vivida.
    Beijokas, meu querido.

    ResponderExcluir
  59. Wanderley,

    O incrível é saber da existência de pessoas possessivas assim, dominadoras assim, intolerantes assim. Insano, não é?
    Um poema duro, apesar das flores, e bem escolhido face ao momento de intolerância crescente.

    grande abraço

    ResponderExcluir
  60. Poema interessante, mas triste...
    Querido, quero agradecer sua presença sempre tão adorável no meu recanto, viu? Beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  61. Absolutamente genial!!!!!!

    Me lembrou uma versão trágica de A Comédia da Vida Privada em que a mulher fica puta porque o marido foi visto no motel com outra. O problema é que essa outra era ela, porém, não foi identificada.

    ResponderExcluir
  62. Oi Wanderley...

    Nossa que maldade, quanta pobreza de espírito não?
    Boa semana querido
    Beijos

    ResponderExcluir
  63. Drástico e trágico ciúme, mas o pior é sufocar o ser escravizado. Quem ama não sufoca o outro. Senão, não é amor, é posse, é um egoísmo exarcerbado sobre alguém que se subjuga.
    Abç, dolorosa contundência do poema...
    Adh

    ResponderExcluir
  64. OI Wanderley! Uma boa tarde na paz de DEus.
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  65. Oi, Wanderley, que saudade, muito tempo sem aparecer, mas estou viva, rsrsrs.
    Seu blog continua com ótima energia, sempre uma delícia vir aqui, ler e refletir, seja um conto, uma poesia, uma frase de efeito ou um vídeo de humor.
    Muito bom e realista esse pequeno texto poético, e quantas realidades por aí se apresentam dessa maneira, não é?
    Beijos pra ti e ótima quarta!

    ResponderExcluir
  66. Jesus, só pode ser transmissão de pensamento, hahaha. Eu estava aqui e vc estava lá no meu blog... Acabei de ler seu comment. Obrigada! Beijos!

    ResponderExcluir
  67. Meu Deus, que trágico. O meu amigo anda um bocadinho mórbido, não!?
    Bjocas

    ResponderExcluir
  68. Olá amigo!! Parabéns pelo post. Acho importante refletir sobre temas "tão pesados" de maneira leve. Estamos na Semana da Não Violência contra a Mulher, por isso, abordei esse tema no meu blog. Dá uma passadinha lá... Beijoooooos!

    ResponderExcluir
  69. qanto desrespeito a vida se ve por ai... triste

    ResponderExcluir
  70. Amigo...Que coisa tragica.
    Conheço uma história real, parecida com essa.
    Mas a boba da minha amiga, escrevia os cartões com a propria letra.
    Dai o marido se matou de rir dela.kkkkkkk
    tadinha...Só queria um pouco de atenção.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  71. Mesmo sabendo que era importante, o marido fez suicidar-se por conta dele? Êta machão arretado.

    ResponderExcluir
  72. A dor da solidão meu caro!
    A dor da solidão.

    "Não te encontro
    não te alcanço
    só,no tempo equilibrada,
    desprendo-me do balanço
    que além do tempo me leva só,
    na treva fico; recebida e dada.
    Porque a vida, a vida, a vida,
    só é possível... reinventada"

    Apenas não reiventou a vida.

    Abração!♥♥

    ResponderExcluir
  73. nossa, é cúmulo da perversão e do ódio.

    fiquei com muita raiva desse cara...

    ResponderExcluir
  74. Meu querido amigo, saudades enormes de vir aqui.
    Hoje, com o coração mais leve, vim te visitar e dizer que sua amizade e carinho por mim e pelo Marco Antonio, não há nada que pague.
    Meu ♥ será eternamente grato por isso.
    Gosto muito de ti.

    Essa Débil Estratégia é demais, algo doido.
    Achei incrível a atitude do marido...tomara que não seja baseado em fatos reais...apesar de que hoje em dia a gente vê de tudo, né mesmo?

    Beijos enormes pra você.

    ResponderExcluir
  75. "Eu me lembro" de Casimiro de Abreu também faz parte da minha vida desde sempre...Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  76. wow
    que forte esse poema
    bjo, querido!

    ResponderExcluir
  77. Olá! Amigo!

    O ciúme fica terrível quando se estrapola os limites.
    Essa postagem me fez lembra - "Otelo" de Shakespeare. Matou sua amada por puro ciúme.

    A tragédia!

    ResponderExcluir
  78. Ai que horror, mas isso super acontece, não exatamamente assim com morte física, mas acontece sim...
    Abraçoooo!

    ResponderExcluir
  79. Wanderley,
    sempre um prazer enorme passear por aqui ....
    quanto a este poema lindo, infelizmente ainda
    retrata a sociedade emq ue vivemos.

    beijos pra você!

    ResponderExcluir

passou por aqui . deixe sua impressão . obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...