sábado, 31 de outubro de 2009

Amor total




Não quero a mesmice
dos politicamente
corretos,
prefiro as loucuras
dos revolucionários
que em nome de um ideal
vão as últimas
consequências,
quero um amor
pleno,
total,
absoluto,eterno
mesmo que dure
só um dia,
pois só
as paixões
avassaladoras
são capazes de me
levar ao céu


Wanderley Elian

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O Mistério do Ser


Ninguém nasce com
manual de instrução.
Cada ser é único
e como tal
deve ser tratado,
cada ser é
um mistério a ser desvendado,
uma charada a se descoberta,
um enigma a ser decifrado.
Não cobre
porque não sei se posso,
não espere porque
não sei se tenho,
apenas aceite-me
e as adaptações
virão ao longo
da caminhada.

Wanderley Elian

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Quero acabar




Quero acabar entre rosas, porque as amei na infância.
Os crisântemos de depois, desfolhei-os a frio.
Falem pouco, devagar.
Que eu não ouça, sobretudo com o pensamento.
O que quis? Tenho as mãos vazias,
Crispadas febrilmente sobre a colcha longínqua.
O que pensei? Tenho a boca seca, abstrata.
O que vivi? Era tão bom dormir!



Álvaro de Campos


Wanderley Elian






quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Reflexão





Não Adianta
atravessar a ponte
achando que vai
mudar a vida,
do lado de lá
e igual aqui,
se você não mudar
internamente,
todos os lugares
serão iguais


Wanderley Elian

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Desprezo


O cadáver
apodreceu sobre
a mesa
e os vermes
saciaram sua fome.
De nada adinantou
os gritos
pois ninguém ouviu.
E a flor que brotou
sobre o túmulo
cheira a enxafre refletindo
o que sugou de
sua alma.

Wanderley Elian

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Saudade




Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é a saudade. Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa. Doem essas saudades todas. Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida
Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o dentista e ele para a faculdade, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã. Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber. Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio. Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia. Não saber se ela ainda usa aquela saia. Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada, se ele tem assistido as aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet e encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua preferindo suco, se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados, se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor, se ele continua cantando tão bem, se ela continua detestando o McDonald's, se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo! Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer. É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso... É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer. Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo o que você, provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...”



Martha Medeiros

Wanderley Elian


Poetrix






Quando conto um conto
aumento   um  ponto    e
ponto final


Wanderley Elian

domingo, 25 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

A morte na visão de Sócrates


Se a morte for o fim de tudo, até dos pensamentos, sentidos então será como dormir profundamente, tão profundamente que nem sonhamos; Sendo assim vai ser ótimo.
Se a morte for a mudança desse mundo para o outro lado será maravilhoso, não tem coisa melhor do que encontrar todos que já morreram e encontrar os Deuses de perto.


Sócrates


Wanderley Elian

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

O Circo da vida




Quando o circo
chegou à cidade
todos correram
para vê-lo.
Tinha a mulher barbada,
a equilibrista,
o homem que engolia fogo,
o domador de feras
esqueléticas,
um anão vestido de
mulher e
um palhaço sem graça.
Quando o palhaço tirou a máscara
não se reconheceu,
acostumou fingir que era
feliz, e
chorou com as
pessoas que deveria
fazer sorrir.


Wanderley Elian

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Fim de Noite





A fumaça dos cigarros
deixava uma nuvem
tênue no ar,
as bebidas davam coragem,
as damas da noite com
seus vestidos apertados
e perfumes baratos,
esperavam por um grande
amor.
Os rapazes com suas cantadas
medíocres tentavam
esquecer o abandono.
Num canto, a solitária,
gastava sua última
ficha escutando
"tudo acabado entre nós"


Wanderley Elian

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Viva




O ridículo
não existe,
nem o belo
nem o feio.
O que existe
são valores
elaborados por infelizes
que querem fazer
de todos
sua imagem e
semelhança.
Amém.


Wanderley Elian

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Reflexão





Cantarei a
flor do deserto
por sua coragem,
a paciência
dos monges
por sua espera
a valentia
das mães
por seu desprendimento.
Cantarei também
a vida por suas
dúvidas
e a morte por
sua certeza.


Wanderley Elian

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Falar de Amor





Hoje
falarei do amor,
não de um amor que
cobra,
sufoca,
monopoliza.
Falarei do amor
que liberta,
acrescenta,
permite.
Permite que
você seja você,
que tenha planos,
que possa ir;
e ao voltar
encontre
um sorriso franco,
braços abertos
coração feliz
para curtir um
amor a dois.
Hoje falarei desse amor...


Wanderley Elian


sábado, 17 de outubro de 2009

Cartase





Não quero o
medo dos covardes
nem a coragem
dos heróis.
Prefiro os
loucos que
percorrem os
porões do inconsciente
onde por certo
encontrarão a
resposta,
porque tudo
está dentro de
você.


Wanderley Elian

Tragédia anunciada




No caminho do meu trabalho
tem um viaduto,
embaixo,
construiram um barraco
de papelão e lata,
tinha até um
jardim com uma flor
solitária, onde brincava
um cão sarnento.
Um dia o rio transbordou
levou o barraco,
levou cão,
levou a esperança,
levou a vida.
Só ficou a flor solitária.
Era um gira sol.


Wanderley Elian

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A Deusa




Comeu-o com muito gosto, estalando a língua e gemendo de prazer. Mas não o fez de maneira selvagem. Ao contrário, foi bastante cortês.
Comeu-o aos poucos, com requinte e sabedoria. Dispôs igualmente de todas as partes, sem rejeitar nenhum ossinho, por miúdo que fosse. Aproveitou tudo tudo, inclusive os dedos dos pés.
Sugou primeiro os lábios carnudos, suspirando delicado.
Quando mordiscava o lombo, gemeu alto. Ao chupar a coxa, quase perdeu a compostura.
Perdeu a compostura ao lamber as partes tenras. Sacrificou-o em grande estilo, arrancando-lhe as vísceras sem sombra de culpa ou tardio remorso. Mas o momento de gozo ela viveu ao devorar-lhe a cabeça.
Ele perdeu a pele, as carnes, ficou nu por fora e por dentro. E ela não teve dó. Arrebatara seu coração. Enfim.


Branca Maria de Paula


Wanderley Elian

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Humor - Buteco de mineiro




O mineirinho entra num boteco e vê anunciado acima do balcão:



Pinga______________________ R$ 1,00
Cerveja_____________________ R$ 2,50
Pão de queijo________________ R$ 2,00
Sanduíche de galinha__________ R$ 3,00
Acariciar órgão sexual _________ R$ 5,00

Checando na carteira para não passar vergonha, ele vai até o balcão

e chama uma das três garotas que ali estão servindo:


- Ô moça, fazfavô....

- Sim? - responde ela com um sorriso lindo -

Em que posso ajudar?

- É ocê que acaricia os orgão sexuar dos freguês?

- Sou eu mesma... - responde ela, com voz 'caliente' e um

olhar bem sensual.


- Então, ocê lava bem as mão, ki eu quero um pão de quejo !




Recebi por e-mail de minha

amiga Ambrosina

Reflexão com humor

...Se dinheiro falasse, o meu diria tchau...

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Temporalidade





Cara, como o tempo passa!

Tô aqui ouvindo a música Yesterday e parece que foi ontem!

Me lembro perfeitamente: um lugar extremamente confortável e um túnel extremamente apertado desconfortável por onde saí pelado... com frio... sozinho!

De lá para cá as marés foram e voltaram, o sol morreu e nasceu, a lua apareceu e sumiu, a chuva choveu, a seca secou, vivi, convivi, ri para os meus vivos, chorei pelos meus mortos... e vou levando, dançando de acordo com a valsa.

Atravessei furacões, tsunamis, epidemias, o câncer... atravessei por muitos governos e políticos brasileiros.

Vi justiças, injustiças, feiuras, belezas, amores, ódios, vinganças, traições... e paixões avassaladoras.

Estou aqui, agora, na sala da minha casa, tentando fazer um inventário da minha insignificância... da insignificância do ser humano.

Olho a minha volta e a paisagem, com a ajuda da humanidade, muda para pior.


Tõe Roberto


Wanderley Elian




Reflexão do dia:

"O sorriso custa menos que a eletricidade
é da mais luz."
(provérbio escocês)

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

12 de Outubro dia das Crianças. De quais?



Declaração dos Direitos da Criança - ONU
Princípio 4. A criança deve gozar dos benefícios da prividência social. Tem o direito de crescer e desenvolver-se de modo sadio; para tanto devem-lhe ser assegurados, assim como à mãe, cuidados especiais, inclusive assistência pré e pós-natal. A criança tem o direito a alimentação, moradia, recreação e cuidados médicos adequados.


Princípio 7. A criança tem direito de receber educação, que deve ser gratuita e obrigatória. Deve receber uma educação que contribua para sua cultura geral e que lhe permita, em condições de igualdade de oportunidades, desenvolver suas apitidões, suas opiniões pessoais e seu sentido de responsabilidade moral e
social tornando-se membro útil da sociedade (...)





Princípio 9. A criança deve ser protegida   
contra todas as formas de abandono, 
crueldade e exploração.Não deve ser submetida a nenhum tipo de tráfico. Não deve ser permitido que a criança  trabalhe antes de uma idade mínima adequada (...)

Wanderley Elian

domingo, 11 de outubro de 2009

Solidão Num Sábado






Estou inútil sem você,
Nesta noite de sábado que começa,
Há horas que terão que passar, que vão passando
e que me amedrontam
como o imenso deserto ao caminhante já sem forças.

Assisto à tarde que se vai, triste, oleosa,
como se a visse quadriculada, de uma cela,
sem direito à paisagem.

E o pior é que hoje é sábado,
e antes da segunda em que te colho,
há sempre um domingo em que te perco!


Cidreira Poesias


Wanderley Elian

Reflexão do dia:

"Há três coisas na vida que não voltam atrás:
a flexa lançada, a  palavra  pronunciada  e  a
oportunidade perdida."
(provérbio chinês)

sábado, 10 de outubro de 2009

Você


Hoje acordei mas
não saí
da cama.
Não abri as cortinas,
não liguei o rádio,
não preparei o
café,
não molhei as
plantas
nem coloquei o
lixo pra fora.
Hoje eu acordei
e fiquei quietinho
pensando em
você.


Wanderley Elian

Reflexão do dia:

"Nunca  minta deliberadamente. Mas às 
vezes comvém ser evasivo."
(Margaret Thatcher)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

AVISO URGENTE






Queridos amigos e amigas, estarei viajando até o dia 19
para um merecido descanso.
As postagens vão acontecer normalmente mas, por mo-
tivos técnicos, não poderei visitá-los o que farei tão
logo retorne. Vou sentir saudades.
Beijos e + beijos

Não vou votar mais.





Não vou votar mais.
Não tinha partido
oPTei,
me enganei
me ferrei
entristeci
desisti.
Não vou votar mais.
PT saudações


Wanderley Elian
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...